A companhia de logística Rumo (RAIL3) confirmou que definiu preço de R$ 21,75 por ação em sua oferta subsequente (follow-on), levantando um total de R$ 6,4 bilhões na operação, que envolve 294,2 milhões de ações.

Os recursos vão para o caixa da empresa. O preço fixado representa um desconto de 2,9% em relação à cotação de fechamento de hoje, de R$ 22,41, e houve alocação parcial do lote adicional, disse uma fonte.

Os coordenadores da oferta foram Bradesco BBI, BTG Pactual, Itaú BBA, JP Morgan, Banco do Brasil, Safra, Credit Suisse, Goldman Sachs, XP, Citi e Morgan Stanley.

Em razão do aumento de capital resultante da oferta, o novo capital social da companhia passará a ser de R$16,0 bilhões, dividido em 1,85 bilhão de ações ordinárias.

Rumo (RAIL3) levanta R$ 6 bi em follow-on
Rumo (RAIL3) levanta R$ 6 bi em follow-on

Notre Dame (GNDI3): Cade e a ANS aprovam a aquisição

A Notre Dame Intermédica (GNDI3) informou nesta segunda-feira (24) que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovaram sem restrições a operação de aquisição do Grupo Santa Mônica.

A compra inclui 99,3% da SMV Serviços Médicos e 98,8% do Hospital e Maternidade Santa Mônica.

Notre Dame (GNDI3) conclui aquisição
Notre Dame (GNDI3) conclui aquisição

Além disso, inclui 100% do Instituto de Neurologia e do Coração de Divinópolis (Incord) e 90,0% da Bioimagem Diagnósticos por Imagem e Laboratório de Análises Clínicas.

Assim, com a aprovação dos órgãos reguladores, a compra foi “devidamente concluída nesta data”, nas palavras da Notre Dame Intermédica.

Fundado em 1993, o Grupo Santa Mônica é o maior operador de saúde verticalizado da região centro-oeste de Minas Gerais.

O valor do negócio foi de R$ 233 milhões e inclui os imóveis dos dois hospitais, que possuem mais de 28 mil metros quadrados de área construída.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: