O Magazine Luiza (MGLU3) registrou que suas vendas totais de abril a junho somaram R$ 8,6 bilhões, um aumento de 49% ante igual período de 2019, superando a rival Via Varejo, com R$ 7,26 bilhões.

Já as compras pela internet avançaram 182% no e-commerce total, enquanto suas lojas em ruas e shopping centers venderam 45% menos.

O Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 147,2 milhões no trimestre, queda de 61,3% ano a ano.

Entretanto, o Magazine Luiza teve prejuízo ajustado de R$ 62,2 milhões no segundo trimestre, ante lucro de R$ 85,2 milhões um ano antes.

Em termos líquidos, o prejuízo foi de R$ 64,5 milhões.

O balanço foi divulgado nesta segunda-feira (17).

Magazine Luiza (MGLU3) compra Canaltech e Plataforma Inloco Media
Magazine Luiza (MGLU3) compra Canaltech e Plataforma Inloco Media

MGLU3: comércio eletrônico

Uma das consequências da rápida migração dos canais de vendas – a fatia do comércio eletrônico subiu de 41,5% a 78,5% no comparativo anual.

A margem bruta da companhia caiu de 29,3% para 25,8%.

O fluxo de caixa, ajustado pelos recebíveis, somou R$ 2,2 bilhões no trimestre e o giro dos estoques caiu para menos de 60 dias em junho.

A companhia fechou o semestre com posição de caixa líquido ajustado de R$ 5,8 bilhões, alta de R$ 5 bilhões.

Conforme o balanço, em julho suas vendas totais cresceram 82% ano a ano, enquanto e-commerce avançou 162% e as vendas nas lojas físicas cresceram 10%.

Veja MGLU3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: