O Banco Inter, é o antigo Intermedium, e se considera um banco digital, mas diferente de seus concorrentes como Nubank, Neon e Pagbank, ele não é uma conta digital, ou seja, uma conta de pagamentos.

O Banco Inter é um banco múltiplo, como Itaú, Bradesco e Original. O Inter se diferencia dos demais por conta de não cobrar taxas em diversas operações e serviços, facilidade em abrir a conta e fazer tudo de forma virtual.

SUPER APP Banco Inter

Recentemente, o banco digital modernizou o seu aplicativo e lançou o Super App, onde será possível fazer muito mais, além de transições financeiras. O novo aplicativo do Banco Inter começou sendo disponível somente para celulares com o sistema Android, já para Apple, foi comunicado que estaria na Apple Store cerca de 20 dias depois do lançamento para celulares com o sistema Android.

Para conhecer as novidades, o Financista do Canal 1Bilhão Educação Financeira, Fabrizio Gueratto, foi convidado pelo Banco Inter, para ir até Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, cidade em que o banco começou em 1994.

Cashback Banco Inter

“A principal novidade foi que agora o Inter vai dar cashback, como o Original já faz”, conta o Financista do Canal. Atualmente, o Banco conta com 3,8 milhões de clientes e em média as pessoas acessam o aplicativo 17 vezes por mês, ou seja, uma vez a cada 2 dias. Mas, o Inter está reformulando diversas coisas, inclusive o lançamento do Super App faz parte dessa estratégia, onde querem alcançar o marco de 8 milhões de clientes até o final do próximo ano.

Banco Inter

“Além do cashback, eles fecharam parcerias com diversas lojas, no total sendo mais de 60 empresas, como Netshoes, Magazine Luiza, AliExpress, tudo isso está ali integrado. O Inter vem fazendo um movimento contrário de diversas empresas, muitos estão lançando suas próprias e plataformas e acabam tornando-se concorrentes. Por isso, o Inter, ao invés de ter essas empresas competindo, ele decidiu se tornar um parceiro”, explica Gueratto.

O cashback também tem relação com essas novidades das empresas e serviços disponíveis no aplicativo. “Em tudo que for comprado através da plataforma do Banco Inter uma parte será devolvido para o cliente. A devolução do dinheiro é feita de uma fora extremamente justa. Por exemplo, o Banco Inter se propôs a dividir com os clientes a comissão meio a meio, ou seja, 50% fica para o Inter e 50% vai em forma de cashback para o comprador. Isso é possível por conta da comissão que o Banco Inter recebe por cada venda que é feita pelas empresas em sua plataforma. Dentro disso, o cashback acaba variando também do quanto a comissão foi combinada com a empresa, então, o cliente pode receber entre 1% até 5%. Mas, durante a black friday, o Inter se dispôs a dar cashback em dobro”, dispara o Financista Fabrizio Gueratto, do Canal 1Bilhão Educação Financeira.

Leia também: “CDB BANCO INTER – RENDE MAIS QUE POUPANÇA E TESOURO SELIC?”

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: