Vale a pena entrar no IPO do Nubank? Descubra como investir no maior banco digital do mundo

Segundo Raphael Figueredo, analista da Eleven Financial, a estreia do banco digital na Bolsa norte-americana pode ser uma boa oportunidade a longo prazo

O IPO do Nubank, maior banco digital do mundo, está cada vez mais próximo. Programado para o final de novembro deste ano, a instituição vai estrear na Bolsa de Valores norte-americana, o Índice Nasdaq, com um valor de mercado de aproximadamente US$ 70 bilhões.

Já no Brasil, o Nubank planeja lançar seus Brazilian Depositary Receipts (BDRs), ou seja, certificados de ações estrangeiras negociados na Bolsa brasileira (B3).

Recentemente, a fintech divulgou também que irá distribuir alguns recebidos para clientes pré-selecionados através do programa NuSócios. Sendo assim, o banco planeja doar entre 18,3 milhões e 22,9 milhões de BDRs.

Vocês entrariam no IPO do Nubank? Pensam em investir nas BDRs? Descubra se vale a pena fazer parte da estreia do banco digital:

Lucro no primeiro semestre

Pela primeira vez desde sua fundação em 2013, o Nubank registrou lucro. O valor informado pelo banco digital foi de R$ 76 milhões no primeiro semestre de 2021.

No entanto, vale lembrar que a quantia é inferior ao que a instituição já tomou de prejuízo. Só em 2020, foram R$ 230 milhões de baixa.

De acordo com Raphael Figueredo, analista da Eleven Financial, esse lucro pode ter sido uma medida estratégica da empresa. Afinal, a mesma só vinha dando prejuízo até então.

“O Brasil não tem costume de investir em empresas que dão prejuízo, o que é o principal motivo para a abertura de capital nos EUA”, afirma o especialista.

O IPO do Nubank está caro ou barato?

Para Figueredo, é importante entender que o Nubank se encontra em um oceano azul de oportunidades. O brasileiro está aprendendo a investir agora, se bancarizando, saindo daquela conta clássica dos grandes bancos e indo para o universo digital.

Então, caro e barato no IPO é um pouco relativo, porque no final das contas o que manda é a oferta e demanda do ativo. Sendo assim, o valuation (valor estimado) vai depender muito do mercado internacional. Afinal, a exigência do investidor estrangeiro é bem maior.

“Eu vejo que existe uma boa oportunidade, mas tem que ver no longo prazo. As empresas tech apanham muito mais em crises por conta das variações da taxa de juros, o que impacta no valuation delas. Portanto, no curto prazo, as ações acabam caindo para compensar lá na frente. Além disso, os bancos centrais estão prometendo que vão subir as taxas até 2023”, explica.

Vale a pena entrar no IPO do Nubank? Descubra como investir no maior banco digital do mundo
Placa do Nubank

Como entrar no IPO do Nubank

Para participar do IPO, o investidor tem que ter uma conta em uma corretora de valores do Estados Unidos. Além disso, o banco digital irá ofertar BDRs para os seus clientes na B3.

Através do programa NuSócios, a empresa também pretende dar uma fatia de graça para milhões de clientes. Basicamente, algumas pessoas selecionadas vão receber um convite para se tornarem sócios do banco digital. Contudo, a campanha só vai durar até o esgotamento dos recibos. 

“O investidor não precisa ter medo de perder o IPO. Afinal, sempre existe a possibilidade dos ativos caírem em sua estreia. Porém, não é porque uma empresa foi mal que ela vai manter esse movimento. Dá para cair e bombar depois. O sucesso de um IPO vem com a entrega de resultados e promessas. Portanto, eu  prefiro olhar para o Nubank ao longo prazo”, completa o analista da Eleven.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais