A Incorporadora Nortis pediu à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) autorização para oferta pública inicial (IPO).

Conforme o prospecto, a operação será primária, quando os recursos vão para o caixa da empresa, e secundária, quando um acionista atual vende parte de sua fatia.

A operação é coordenada por Itaú BBA, Bank of America, Santander Brasil, Caixa e XP.

A Nortis foi fundada em 2016 por Carlos Terepins e seu filho, Fabio Terepins, ambos egressos da Even Construtora e Incorporadora.

IPO: Incorporadora Nortis entra na fila para oferta pública inicial

IPO: Nortis em números

De maio de 2018 até junho deste ano, os 15 empreendimentos da companhia apresentaram Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 1,4 bilhão, com um total de 2.965 unidades e mais de 215 mil metros quadrados em construção.

No primeiro semestre de 2020 a companhia teve receita operacional líquida de R$ 93,7 milhões, com crescimento de 168,5% sobre o mesmo período do ano passado. O lucro líquido foi de R$ 18,4 milhões, revertendo prejuízo de R$ 6 milhões na primeira metade de 2019.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: