O PIX, sistema de pagamentos eletrônicos do Banco Central, obriga as instituições financeiras a trabalharem melhor suas propostas de valor ao usuário final.

A afirmação é do Head de Pagamentos do PayPal Brasil Carlos Nomura. “Qualquer tecnologia que melhore a experiência do consumidor e democratize o serviço financeiro conta com o meu apoio”, disse.

Na opinião do especialista, o mercado precisa de mais players, que criem produtos e serviços voltados às necessidades dos clientes – e elas são cada vez mais particulares.

PIX: as 10 maiores dúvidas sobre o novo sistema de pagamentos do governo

Ecossistema interessante

Ele diz acreditar que o PIX empurra o mercado para um ecossistema mais interessante para se trabalhar.

“O sistema PIX faz parte da estratégia do Bacen para aumentar a competitividade no setor, já que diminui, consideravelmente, o custo desse tipo de transação”, frisou.

Conforme ele, companhias como o PayPal se utilizam das ferramentas tradicionais de transferência entre bancos e, com o Pix, irão ganhar outras opções, com mais capilaridade, velocidade e disponibilidade.

“Um dos requisitos do Bacen é que a plataforma funcione 24/7, ou seja, também será muito conveniente, deixando para trás o conceito de dia útil bancário, que não faz mais o menor sentido no atual panorama financeiro e de tecnologia”, concluiu.

O PayPal

O PayPal é uma carteira digital que permite o pagamento onde e como quiser, bastando adicionar cartões de crédito ao sistema.

Quando quiser pagar, basta acessar sua conta com seu nome de usuário e senha e escolher qual deles quer usar.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: