O BNDES teve prejuízo de R$ 582 milhões no segundo trimestre de 2020, revertendo lucro de R$ 5,5 bilhões obtido nos primeiros três meses do ano.

O banco informou que as ações por conta da pandemia totalizaram até agora R$ 59,3 bilhões, envolvendo 171 mil empresas.

Conforme o banco de fomento, a provisão para risco de crédito foi de R$ 2,3 bilhões no período.

Já no acumulado no primeiro semestre, o banco somou um lucro de R$ 5 bilhões, impulsionado principalmente pela venda de participações societárias no montante de R$ 8 bilhões, com destaque para a oferta pública de ações da Petrobras, em fevereiro.

BNDES contrata R$ 3,3 bi em créditos para empresas
BNDES contrata R$ 3,3 bi em créditos para empresas

BNDES: carteira de crédito

A carteira de participações societárias encolheu para R$ 77,3 bilhões no encerramento de junho. A posição representa uma queda de 32,4% no semestre.

A carteira de operações de crédito e repasses, líquida de provisão, totalizou R$ 444,3 bilhões, mesmo patamar do trimestre anterior, e representava 59,4% dos ativos totais ao fim de de junho de 2020.

A inadimplência superior a 90 dias apresentou queda , passando de 0,84% em dezembro de para 0,46% em junho de 2020.

https://www.youtube.com/watch?v=fAdlbp0OuGo
Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: