WhatsApp fora do ar: saiba porque empresas deveriam investir em um meio de comunicação próprio

Entenda a importância da comunicação interna no meio corporativo

No início da tarde desta segunda-feira (4), o WhatsApp, Facebook e Instagram saíram do ar, impossibilitando o uso das redes para todo o público. Logo, internautas de todo o mundo relataram dificuldade para acessar os três meios de comunicação.

Em poucos minutos, o nome WhatsApp entrou nos assuntos mais comentados mundialmente, acima das duas redes. Isso porque este meio é utilizado, majoritariamente, como meio de comunicação principal, tanto socialmente, quanto por empresas.

Logo, o Downdetector, site responsável por monitorar todos os serviços através da internet, registrou quase 40 mil reclamações sobre o WhatsApp no início da tarde. Para o Instagram, eram cerca de 10 mil, já para o Facebook, foram 5 mil queixas.

Importância dos meios de comunicação em empresas

Uma empresa sem qualquer tipo de meio de comunicação não tem como funcionar. Visto que as instruções de trabalho acontecem através dos meios, principalmente, na era ‘homeoffice‘, onde grande parte das companhias realizam todas as instruções de trabalho entre seus colaboradores a distância.

Além disso, existe a necessidade constante das empresas fundirem o meio corporativo aos recursos tecnológicos e digitais atualizados. Para assim, se tornarem inovadoras e modernas, tanto entre seus colaboradores e funcionários, quanto com seus clientes.

Isto posto, o WhatsApp, em razão da familiaridade dos usuários, oferece uma sensação de proximidade e facilidade para a troca de mensagens instantâneas para se comunicar. Por isso, ele foi categorizado por muitas empresas como o principal meio de comunicação no ambiente de trabalho. 

Via de escape do meio corporativo

Pensando nisso, para o funcionamento da empresa, vemos a importância de um meio de comunicação próprio corporativo, seja um exclusivo da companhia, ou até mesmo um pago. Assim como, o Microsoft Teams, que disponibiliza o acesso tanto para reuniões virtuais com exposições de slides e vídeos, quanto para conversas privadas ou em grupos.

Uma vez que, sem o WhatsApp, como aconteceu nesta segunda-feira (4), a comunicação interna das empresas é diretamente afetada, sem um segundo plano. Logo, atrapalha o rendimento dos funcionários, de projetos, entre outros.

WhatsApp fora do ar: empresas deveriam investir mais em um meio de comunicação próprio?
Importância da comunicação interna das empresas

Ações do Facebook despencam

Sendo assim, a semana começou amarga para a Bolsa de Nasdaq, que após a queda das redes, por volta das 14h15, às ações do Facebook (FBOK34) despencaram 5,35%. Sendo assim, as mesmas estão sendo negociadas a US$ 324,66.

Desde junho deste ano, a companhia não registrava uma queda como esta, marcada pela indisponibilidade de seus serviços e denúncias contra o Facebook. No entanto, a companhia ainda não se manifestou referente a queda em seus serviços, incluindo o WhatsApp e o Instagram.

Em contrapartida, por meio de um comunicado no Twitter, o WhatsApp se manifestou. A empresa solicitou a compreensão dos usuários e que estariam trabalhando para que as coisas voltem à normalidade.

“Estamos cientes de que algumas pessoas estão enfrentando problemas com o WhatsApp no ​​momento. Estamos trabalhando para que as coisas voltem ao normal e enviaremos uma atualização aqui o mais rápido possível. Obrigado pela sua paciência!”, dizia o comunicado.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais