Banco Inter pretende lançar shopping online mirando captar 20 milhões de clientes

O Banco Inter é uma das instituições financeiras mais arrojadas do país quando se trata de atrair e reter clientes. Não à toa, a fintech pretende lançar em breve um shopping online e mira captar, com esse movimento, 20 milhões de novos clientes.

Embora não haja estimativa de prazo, a novidade pode estar mais próxima do que se imagina. Isso porque há pressa e a plataforma poderá ser anunciada em menos de 30 dias.

No primeiro momento, o intuito é oferecer produtos que integram os serviços incluídos no app. Novos itens serão agregados no decorrer do tempo.

Dentre os possíveis serviços, produtos de crédito como consórcios. A plataforma também dará cashback.

Banco Inter

O Inter divulgou resultados com destaques em diversas avenidas de negócio. De acordo com o balanço, a instituição alcançou R$ 541,8 milhões em receitas totais, crescimento de 95% no ano em relação ao mesmo período do ano passado. Já as receitas de serviços foram de R$ 207 milhões, crescimento anual de 113%. O lucro líquido foi de R$ 20,8 milhões no trimestre.

Outro destaque foram os depósitos à vista que totalizaram R$ 7 bilhões, crescimento anual de 174%, com saldo médio em conta de R$ 1,3 mil por cliente. As transações em cartões, no primeiro trimestre de 2021, somaram R$ 7,6 bilhões, crescimento de 173% em relação ao mesmo período de 2020. Já o custo de servir por cliente registrou queda de 16,5%, quando comparado ao 1T20, totalizando R$ 122,30 no 1T21.

  • Só clique aqui se já for investidor

Instituição

No Inter Shop, a instituição superou R$ 41,2 milhões em receitas no 1T21, 3,7x superior ao 1T20. Enquanto a Inter Seguros chegou a 367 mil segurados no 1T21, crescimento de 385% no ano contra ano, com receitas de R$ 19,6 milhões. Outra novidade do balanço foi o anúncio de parceria com a Sompo Seguros por 15 anos, com valor base da operação de R$ 165 milhões.

“Temos adicionado milhares de clientes todos os dias e centenas de serviços à nossa plataforma e avançaremos a partir de investimentos contínuos em inteligência de dados para aumentaremos o nosso cross selling e market share em produtos e serviços”, explica o CEO João Vitor Menin.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais