O grupo de energia e infraestrutura Cosan divulgou o prospecto inicial da oferta pública inicial de ações (IPO) de sua controlada Compass Gás e Energia, que pode movimentar quase R$ 4,4 bilhões.

Uma faixa indicativa de preço para uma operação foi situada entre R$ 25,50 e R$ 31,50, de acordo com o documento, que prevê a configuração do valor por papel em 28 de setembro e início de negociação das ações no Novo Mercado da B3 em 30 de setembro.

Mosaico Ventures contrata bancos para IPO

IPO: a transação

A transação envolverá a distribuição primária de 117.647.060 ações ordinárias da Bússola, com possibilidade de papéis suplementares e adicionais que levariam o volume total até 158.823.531 papéis.

É considerado o ponto médio da faixa indicativa, de 28,50 reais por papel, uma oferta envolveria de R$ 3,25 bilhões, ou R$ 4,39 bilhões se incluído em lotes adicionais e suplementares, descontadas como comissões.

Participam da operação de bancos Itaú BBA, Santander Brasil, Morgan Stanley, BTG Pactual, Bradesco BBI, Citigroup, BB Investimentos, UBS, Banco Safra e XP Investimentos.

Boa Vista SCPC

O bureau de crédito Boa Vista SCPC lança oferta pública inicial que pode movimentar até R$ 2,4 bilhões, conforme prospecto preliminar divulgado.

A empresa fixou a faixa de preço na oferta entre R$ 10,80 e R$ 13,60. O preço final definido em 28 de setembro.

A empresa emitirá 83.333.333 novas ações, enquanto seus sócios – que incluem uma empresa de private equity TMG Capital e a Associação Comercial de São Paulo – venderão 71.316.851 ações. Incluindo a emissão de lotes extras, uma oferta pode chegar a 177.847.711 ações.

A Boa Vista disse que planeja usar os recursos do IPO principalmente para financiar aquisições.

A empresa registrou receita líquida de R$ 302,9 milhões e lucro líquido de R$ 23,5 milhões no primeiro semestre do ano.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: