A Mastercard está criando uma plataforma para ajudar os bancos centrais a testar “virtualmente” como moedas digitais podem ser desenvolvidas e usadas, disse a empresa de pagamentos nesta quarta-feira (9).

Segundo a Reuters, a stablecoin libra, do Facebook, levou os bancos para avaliar se pode lançar versões digitais de suas moedas.

“Esta nova plataforma apoia os bancos enquanto eles tomam decisões agora e no futuro sobre o caminho a seguir para as economias locais e regionais”, disse Raj Dhamodharan, vice-presidente de ativos digitais e produtos de blockchain da Mastercard, em comunicado.

Mastercard lança plataforma para testar moedas digitais de bancos centrais

A plataforma

A plataforma permite a simulação de emissão, distribuição e câmbio de moedas entre bancos, provedores de serviços financeiros e consumidores, disse a Mastercard.

Os bancos ainda estão nos estágios iniciais de análise de moedas digitais, com o Banco da Inglaterra solicitando na semana passada que regras globais sejam implementadas antes do lançamento de tais moedas.

Inteligência Artificial

A Mastercard anunciou um novo conjunto de soluções sem atrito (touch less) para varejistas que permitem uma variedade de modelos de compras para viabilizar experiências de baixo toque e alto envolvimento para varejistas e o consumidor final.

A plataforma Shop Anywhere da Mastercard, com suporte da inteligência artificial e do parceiro de tecnologia de visão computacional Accel Robotics, permite que os varejistas criem experiências personalizadas nas lojas e oferece aos consumidores, sem fila de espera nos caixas de pagamentos.

O Shop Anywhere pode ser aplicado a uma variedade de espaços físicos, como shoppings, aeroportos, supermercados e lojas de roupas.

A Mastercard está iniciando pilotos ao vivo da plataforma com vários parceiros de varejo a partir de outubro.

A plataforma AI Powered Drive Through da empresa usa reconhecimento de veículos, pedidos de voz e inteligência artificial para ajudar os restaurantes de serviço rápido a otimizar o processo de pedidos.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: