O Banco do Brasil (BBAS3) teve seu preço-alvo elevado pelo Safra a R$ 56.

Isso porque ao atualizar suas estimativas para as ações do BB, considerando múltiplos com desconto, o Safra optou por elevar o target, que antes estava em R$ 51.

Também manteve recomendação de compra, considerando que as ações do BB, negociadas hoje a 5,5x, contra média histórica de 7,2x, têm um dos maiores potenciais de alta do mercado.

Segundo a Reuters, às 11h50 os papéis do BB estavam sendo negociados a R$ 33,01, alta de 1,73%, com máxima em R$ 33,44.

Lucro do Banco do Brasil (BBAS3) cai 25,3% no 2TRI
Lucro do Banco do Brasil (BBAS3) cai 25,3% no 2TRI

BBAS3: cenário

Para o Safra, o novo cenário previsto para o banco reflete uma taxa de desconto e premissas de ROE mais baixas.

Como todo o setor bancário, o Banco do Brasil também foi negativamente impactado pela crise, incorporando um cenário econômico de maior risco.

Entretanto, o Safra vê vantagem do BB em relação a seus pares do setor financeiro.

As novas projeções são de queda de 25,6% no lucro líquido de 2020, a R$ 13,6 bilhões, e de R$ 17,3 bilhões para 2021.

Já a carteira de crédito deve crescer 7% neste ano e 5,9% no próximo.

Veja BBAS3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: