O debate acerca da privatização da Eletrobras (ELET6) deverá iniciar pelo Senado.

Ao menos é isto o que espera o governo do presidente Jair Bolsonaro, cujos integrantes negociam com parlamentares para que debates no Congresso sobre sua proposta comece pelo Senado ao invés da Câmara.

Segundo a Reuters, o senador Eduardo Braga (MDB-AM), que já foi ministro de Minas e Energia, seria o relator da proposta no Senado.

O início da tramitação pelo Senado exigiria a busca de um projeto de iniciativa do governo que já esteja na Casa para que a proposta de privatização seja incluída na matéria, informou.

Eletrobras (ELET6): governo busca iniciar debate de privatização pelo Senado
Eletrobras (ELET6): governo busca iniciar debate de privatização pelo Senado

Tal manobra permitiria iniciar os debates com os senadores, um caminho visto pelo governo como mais favorável ao processo devido a recentes afirmações do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) de que ele não pretende submeter o tema a votação entre os deputados neste ano.

Maia disse na última terça-feira que não acredita em um consenso entre Câmara e Senado ainda neste ano para deliberações sobre a desestatização da Eletrobras.

ELET6: ações

Por conta da notícia acerca da privatização da Eletrobras, as ações da companhia oscilaram para cima, sendo: ELET3, R$ 37,39, +9,74%; ELET6, R$ 37,30, +8,02%.

Ocorre que no fim da última semana correram rumores de que o senador Eduardo Braga (MDB-AM) poderia ser o relator do texto da privatização da companhia no Senado.

Ele já foi contrário a esse projeto de privatização em determinados momentos. Assim, ele ser o relator poderia ser um sinal de acordo para o prosseguimento da pauta.

Veja ELET6 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: