A busca por empréstimos com garantia de imóvel para reformas cresceu 22% na pandemia do novo coronavírus, segundo levantamento da fintech Pontte.

Conforme a Pontte, a pandemia de Covid-19 obrigou muitos negócios a suspenderem suas atividades físicas por conta do isolamento social.

Dessa forma, o período com o home office tornou-se propício para tirar do papel as reformas de imóveis.

Se comparar apenas as buscas efetuadas em fevereiro, último mês antes do avanço do novo coronavírus, com julho deste ano, o aumento é de 44%.

O levantamento foi feito com dados da plataforma da Pontte, que recebeu mais de 6 bilhões de solicitações de crédito até agosto de 2020 – em 2019, o total foi de 1,7 bilhão.

Dinheiro disponível no mercado global atrai empresas brasileiras

Empréstimos

Operando no mercado desde 2019, a empresa completou um ano de operação em maio. De janeiro a agosto, o volume de simulações na plataforma foi 204% superior aos oito meses de atuação no ano passado.

A estimativa é emprestar cerca de R$ 400 milhões até dezembro para empresas e pessoas físicas.

“Durante a pandemia, muitas pessoas aproveitaram o período trabalhando em casa para buscar recursos e revitalizar seus imóveis residenciais e comerciais, pensando não só no bem-estar futuro, mas na própria valorização da propriedade”, explica Carol Schulz, Diretora de Marketing e Operações da Pontte.

A empresa

A Pontte é uma plataforma de crédito digital fundada em 2018 e operando no mercado desde maio de 2019.

A companhia se posiciona como uma empresa que visa mudar a relação desigual entre quem pega o empréstimo e quem oferece os recursos, combinando eficiência, atendimento e tecnologia para oferecer taxas de juros mais baixas, prazos de pagamento mais longos e mais controle sobre o contrato.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: