A brMalls (BRML3) teve prejuízo de R$ 619,7 milhões no segundo trimestre de 2020 ante lucro de R$ 425,35 milhões em igual período de 2019.

Em termos ajustados, a companhia apurou lucro líquido de R$ 10,25 milhões, um tombo de 93,1% ano a ano.

O Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 854,7 milhões, revertendo resultado positivo de R$ 728,5 milhões um ano antes.

Em termos ajustados, o Ebitda somou R$ 48,6 milhões, queda de 80%, com a margem desabando de 73,6% para 26,2%.

De abril a junho, a brMalls alcançou receita líquida de R$ 185,5 milhões, queda de 43,7% ano a ano. O declínio passa a 38,8% quando excluídos os shoppings vendidos em 2019.

O balanço foi divulgado nesta quinta-feira (13).

BRML3: números

Conforme o balanço, a variação é resultado das restrições de funcionamento em decorrência dos impactos da Covid-19 aplicadas ao longo de todo o trimestre.

Da receita total, R$ 17 milhões correspondem a lojistas que se encontravam inadimplentes com o condomínio.

A companhia retomou a operação de todos os 31 shoppings de seu portfólio até 10 de agosto, embora ainda com restrições no horário de funcionamento.

Já a receita total de aluguéis caiu 34,2%, para R$ 164,2 milhões. Excluindo efeito de linearização de aluguel, essa linha teve declínio de 73,9%, a R$ 63,2 milhões.

Segundo a Reuters, a brMalls concedeu isenção de 100% dos aluguéis no período em que as operações ficaram fechadas por ordem de governos locais.

Veja BRML3 na Bolsa:

https://www.youtube.com/watch?v=BeJlrZSBTYM
Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: