O Banco do Brasil (BBAS3) está conversando com o Bradesco sobre uma potencial divisão dos ativos do setor de cartões que ambos mantêm em conjunto.

A informação é do presidente-executivo da instituição financeira, Rubem Novaes.

As ações da Cielo, um dos ativos controlados pelos bancos conjuntamente, aceleraram os ganhos após a declaração e subiam cerca de 10% no início da tarde de ontem (6).

Além da Cielo, os BB e Bradesco são sócios na bandeira de cartões Elo, na empresa de benefícios a funcionários Alelo, no programa de fidelidade Livelo, na empresa de pagamento automático de pedágios Veloe e na emissora de cartões Digio.

Novaes, em teleconferência sobre os resultados do segundo trimestre, disse que o BB contratou uma empresa de consultoria para ajudar nas negociações, mas acrescentou que os sócios enfrentaram desafios na avaliação das empresas de pagamentos.

O executivo, que já anunciou que planeja deixar o cargo, se recusou a divulgar como os ativos poderiam ser divididos.

Segundo a Reuters, André Brandão, chefe de bancos e mercados globais das Américas no HSBC, foi escolhido pelo governo para substituí-lo.

Lucro do Banco do Brasil (BBAS3) cai 25,3% no 2TRI
Banco do Brasil – Curitiba 23 / 07/ 18 – Fotos da fachada do Banco do Brasil agência Centro na praça Tiradentes. Foto: Marcelo Elias – Gazeta do Povo
https://www.youtube.com/watch?v=FXYVpeQZsYA
Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: