Mercados da Darknet se intensificam na Venezuela em meio a caos econômico

A empresa de análise de dados em blockchain Chainalysis, publicou um recente relatório com as movimentações geográficas de criptomoedas através dos mercados da darknet. No total, R$9,11 bilhões foram movimentados apenas no ano de 2020, com a Venezuela movimentando mais de R$294 milhões.

Por conta do cenário de hiperinflação instaurado na Venezuela nos últimos anos, o país se tornou um ambiente fértil para a movimentação de criptomoedas, vista imensa dificuldade de se realizar trocas com um dinheiro que se deprecia diariamente.

Como já foi relatado anteriormente no Cointimes, a Venezuela ocupa a terceira posição no ranking de adoção das criptomoedas, perdendo apenas para Ucrânia e Rússia, respectivamente.

Países que mais utilizam criptomoedas. Fonte: Chainalysis.

E essa tendencia do país latino-americano se refletiu também na movimentação dos mercados negros, com o país ocupando 6º posição do ranking dos países que mais movimentaram criptomoedas nos marketplaces da darkweb.

Em sequência, Rússia, Estados Unidos, Ucrânia, China, Reino Unido, Venezuela, Vietnã, Peru, Índia e Alemanha aparecem no top 10 do ranking.

Vale ressaltar que a Venezuela é o décimo país com a menor população, tendo apenas 28 milhões de habitantes. O que destaca a predominância do país nas movimentações ilegais.

Quais os motivos?

Pode-se atribuir o desempenho do país no ranking ao alto grau de adoção das criptomoedas na Venezuela em comparação ao restante do mundo. Outro fator importante pode ser a proximidade do país com as tradicionais rotas do tráfico internacional que utilizam a floresta amazônica para a produção de substâncias ilícitas.

Porém, é muito importante ressaltar que menos de 1% das transações que ocorrem na rede Bitcoin são provenientes de atividades ilícitas, número que vem caindo ano após ano.

De acordo com um documento da ChainAlysis, apenas 0,34% do volume negociado em bitcoin possui alguma relaçõa com atividade ilícita.

Leia mais: Volume de bitcoin explode no Brasil com alta de 76% e bilhões negociados

O conteúdo Mercados da Darknet se intensificam na Venezuela em meio a caos econômico apareceu primeiro em Cointimes.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais