Investimentos a partir de R$ 30: descubra como encontrar as melhores opções do mercado

Os investimentos estão cada vez mais democratizados, tanto em renda fixa como variável

Grande parte da população acredita que investir com pouco capital é impossível. No entanto, tendo apenas R$ 30, as pessoas já conseguem encontrar bons investimentos.

Existe uma premissa financeira que diz: “jamais devemos perder a nossa capacidade de investimentos”.  Afinal, quem não se arrisca nesse mundo hoje, independente do valor aplicado, pode ter problemas no futuro.

Além disso, a pandemia trouxe uma preocupação importante sobre as reservas financeiras, principalmente para se garantir em questões emergenciais. Portanto, existem 4 tipos de investimentos para quem quer começar com 30 reais: Tesouro Direto, fundos de renda fixa, CDB e LCA. 

Grande interesse em investimentos

Atualmente, uma mudança de perfil vem sendo percebida nas pessoas que conseguem direcionar uma parte dos seus ganhos para aplicações financeiras e investimentos.

Para o administrador e professor de finanças do ISAE Escola de Negócios, Pedro Salanek, o interesse em investimentos aumentou expressivamente. “Além do crescente mercado de investimentos, que tem invadido as redes sociais, as pessoas estão buscando informações sobre as melhores opções para guardar (e remunerar) seu capital”, diz.

No mercado financeiro, as opções de investimentos se separam entre renda fixa e variável. “Na renda fixa, enquadram-se as aplicações para investidores de perfil mais conservador, com os ganhos fixos em cada aplicação”, explica.

A propósito, a poupança, o tesouro direto, o CDB, Fundos DI, investimentos em previdência privada e alguns outros fundos oferecidos pelas instituições financeiras são as opções mais conhecidas para quem quer começar com apenas R$ 30.

Investimentos a partir de R$ 30: descubra como encontrar as melhores opções do mercado
Investimentos a partir de 30 reais

Investimentos democratizados

De acordo com Pedro Salanek, os investimentos estão cada vez mais democratizados, sejam eles em renda fixa ou variável. Sendo assim, os valores de entrada e de aporte periódicos estão mais acessíveis, possibilitando que as pessoas consigam acesso a todo tipo de ativo.

No Tesouro Direto, é possível investir a partir de R$ 30 em títulos prefixados. A aplicação com retorno marcado para 2026, por exemplo, possui um valor mínimo de investimento de R$ 30,95.

Enquanto isso, no mercado de ações, existem papéis com preços fracionados bem pequenos. A Via (VIIA3), empresa dona da varejista Casas Bahia, estava valendo R$ 6,25 no pregão desta quinta-feira (28).

“Até os fundos imobiliários estão com valores cada vez mais acessíveis. Portanto, resta ao investidor buscar o investimento mais adequado aos seus interesses”, ressalta o professor.

Além disso, o mesmo destaca a importância de começar o quanto antes. “Não espere juntar valores maiores para começar a buscar um bom investimento. Perceba que o seu patrimônio poderá ser construído com uma frequência de aplicações”, completa.

Tesouro Direto é a melhor opção?

Em suma, o Tesouro Direto é uma ferramenta criada pelo governo federal para arrecadar fundos. Logo, é uma boa alternativa para os investidores que querem sair da poupança, mas têm medo da volatilidade da renda variável. Isso porque é uma aplicação que obtêm títulos emitidos pelo governo.

Desse modo, ao investir em Tesouro Direto, o investidor empresta capital ao governo, e assim como em empréstimos feitos por bancos, há juros. Portanto, há possibilidade de investir com pouco capital. Assim, existem 3 tipos de investimento no Tesouro Direto a partir de 30 reais: Prefixado, Prefixado com juros semestrais e IPCA.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais