ETFs: ativos internacionais ao alcance de todos. Os Exchange Traded Funds são uma opção para quem deseja investir em renda variável na B3 mas não tem experiência e tem receio de investir. Estão ao alcance de todos os investidores. Além disso, também é uma opção para quem deseja diversificar a carteira de investimentos.

Existem diversos ETFs no Brasil. São fundos negociados em índices como Ibovespa, Índice de Governança Corporativa (IGC), Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), Índice de Dividendos (IDIV) e S&P 500. O volume de negociações variam. Como são papéis com regras bem definidas, os investidores não gastam tanto tempo na avaliação das empresas.

Alguns ETFs, porém, não resistem e acabam. Muitos deles são relativos às criptomoedas. Nos Estados Unidos, acabam por não render o retorno esperado aos investidores. Atualmente, existem 23 ETFs listados no Brasil, sendo 17 referentes a renda variável. Nos Estados Unidos, o mercado é bem mais extenso: existem hoje mais de 1.800 fundos em oferta, cobringo diversos setores.

Investimento ETF
Investimento ETF

Fundos

De acordo com a B3, os índices de ações permitem ao investidor avaliar como um grupo específico de ações se comportou em relação a um outro grupo ou à sua própria carteira de ações. Isso porque os índices de ações são calculados a partir de uma carteira teórica de ações, criada apenas para medir o desempenho desses ativos.

A B3 oferece ambiente para emissão e resgate das cotas, que caracterizam o mercado primário de um ETF. Os processos de integralização e de resgate das cotas permitem que o ETF aumente ou reduza seu patrimônio através da emissão de novas cotas ou cancelamento das cotas existentes pelo administrador do ETF.

Tanto na emissão quanto no resgate das cotas deve ser utilizado o valor patrimonial apurado no fechamento do dia da solicitação. O valor patrimonial da cota é o resultante da divisão do valor do patrimônio líquido do fundo pelo número das cotas existentes no encerramento do dia, apurado com base nos mesmos critérios utilizados para o cálculo do valor de fechamento do índice de referência.

Crescimento

Felipe Bevilacqua, economista pela Universidade de São Paulo (USP), disse em entrevista à Isto É Dinheiro, que ainda há muito espaço para crescimento no Brasil. Essa perspectiva é observada diante do tamanho do número de ETFs negociados em Wall Street e no Brasil.

Composição

Os ETFs podem apresentar diversos tipos de composição. Existem aqueles que replicam os índices que compõem; derivativos e swaps, sendo estes últimos, são mais comuns no mercado europeu.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: