Token de crédito de carbono da MOSS bate recorde em estreia no Mercado Bitcoin

A listagem do token de crédito de carbono MCO2 da MOSS, primeiro projeto global de tokenização de crédito de carbono, é a maior em volume negociado nas primeiras 24 horas na história do Mercado Bitcoin, a maior plataforma de negociação de criptomoedas e ativos alternativos da América Latina. Foram mais de R$10 milhões negociados e enviados para projetos de preservação da Amazônia apenas nas primeiras horas após a listagem.

Cada token corresponde a uma tonelada de crédito de carbono. Segundo Luis Felipe Adaime, CEO e fundador da MOSS, o volume negociado no primeiro dia da listagem corresponde à preservação de 100 mil campos de futebol. “Alcançamos uma marca histórica, negociando o equivalente a 0,5% de todo volume global de carbono do mercado voluntário”, destaca Adaime.

Operações com criptoativos movimentam quase R $ 15 bi no Brasil em julho

Bitcoin

O desempenho representou 10% do volume transacionado na exchange, fazendo do MCO2 o quarto criptoativo mais negociado do Mercado Bitcoin nesta quinta-feira. “São números sensacionais, estamos muito felizes e satisfeitos”, celebra Fabrício Tota, diretor de Novos Negócios da MB Digital Assets (MBDA), plataforma criada pelo Mercado Bitcoin para comercialização de ativos alternativos. Não por acaso, o token, que iniciou o dia cotado a R$102, se valorizou rapidamente, atingindo um pico de R$120.

Ainda de acordo com Tota, o ótimo resultado é reflexo de uma demanda reprimida dos clientes, já que muitos eram os interessados em aliar investimento sustentável, preservação da biodiversidade e mitigação das mudanças climáticas. “Não inventamos ou criamos nada, apenas conseguimos atender um desejo que já estava dentro das pessoas com facilidade, transparência, escala e segurança”, destacou o diretor.

SOS

Para o ambientalista Fábio Feldmann, um dos fundadores da Fundação SOS Mata Atlântica e apoiador da MOSS, o volume negociado nas primeiras horas de listagem revela uma entusiasmante mudança no ambientalismo. “Esses números representam uma expectativa de mudança, transformação e esperança em um mundo que precisa disso”, ressaltou o executivo em uma live promovida pelo Mercado Bitcoin no primeiro dia da listagem.

O token MCO2 tem o maior estoque de créditos de carbono da história: 2 milhões de toneladas – equivalente a um valor de mercado de US$ 36 milhões – é usado por grandes empresas e pessoas físicas para compensação de pegadas de CO2. O criptoativo foi auditado pela CertiK (UP Alliance), tem auditoria em andamento com a Armanino, empresa de contabilidade e consultoria de negócios, via EY, e tem Perkins Coie, tradicional escritório de advocacia internacional, como consultor jurídico.

MOSS

Fundada no primeiro trimestre de 2020, a MOSS já movimentou mais de 1 milhão de toneladas de CO2, arrecadando e enviando mais de US$10 milhões em receitas para projetos de conservação da Floresta Amazônica. Com a parceria com a MOSS, o Mercado Bitcoin passou a ser a primeira corretora de criptoativos do mundo a compensar toda emissão de carbono, desde a sua fundação, em 2013.

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Leia mais