Tegma (TGMA3) contrata advogados para avaliar junção com JSL (JSLG3)

Na última quinta-feira (1), a JSL propôs a Tegma a junção entre as companhias para a criação de uma terceira empresa

A Tegma (TGMA3) contratou o escritório Trindade Sociedade de Advogados para analisar a proposta de fusão com a JSL (JSLG3).

Na última quinta-feira (1), a JSL propôs a Tegma a junção entre as companhias com o propósito criar uma terceira empresa, com receita bruta avaliada em R$ 6,1 bilhões.

Olhar da JSL

De acordo com a visão da JSL, a junção com a Tegma tem base em algumas estratégias. Isso porque, segundo a empresa, as duas instituições juntas conseguiriam gerar um caixa ainda maior e mais robusto.

Dessa forma, isso traria para a suposta nova empresa acesso fácil ao mercado de capitais. Portanto, fortalecendo o crescimento orgânico, assim como com aquisições. Por consequência, gerando forte valor aos seus acionistas.

Por último, outro ponto apontado pela transportadora, seria a respeito da diversificação das atividades. Em suma, a JSL é a maior transportadora rodoviária brasileira, atuando em 16 setores econômicos. No entendo, a Tegma tem como foco principal o transporte automotivo.

Tegma (TGMA3) contrata advogados para avaliar fusão com JSL (JSLG3)
Caminhão para transporte automotivo Tegma

Mercado financeiro e especulações

Logo após o anúncio oficial da proposta feita a Tegma, os ativos das duas companhias subiram significativamente. Isso porque, as ações JSLG3 subiram 11,26%, alcançando o valor de R$ 13,24. Da mesma forma, a TGMA3 subiu cerca de 16,42%, chegando ao valor de R$ 26,65 por ação. 

Em síntese, com a união das empresas, a JSL teria um crescimento na receita bruta de 86% e um aumento de R$2,8 bilhões. No entanto, a Tegma teria R$6,1 bilhões de receita bruta.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais