Tegma (TGMA3) anuncia pagamento de R$12,5 mi em dividendos complementares

A Tegma (TGMA3) anunciou na terça-feira (9) o pagamento de R$ 12,5 milhões em dividendos complementares, conforme documento encaminhado ao mercado.

De acordo com a companhia, a administração propôs para aprovação em AGO (Assembleia Geral Ordinária), que será realizada no próximo 13 de abril, a distribuição de R$ 12,5 milhões em dividendos e JCP complementares (R$ 9,4 milhões em dividendos e R$ 3,1 milhões em juros sobre capital próprio).

A Tegma Gestão Logística é uma das principais empresas do setor no Brasil, um dos grandes Operadores logísticos e é também líder na logística de veículos zero-quilômetro. A data de corte prevista será dia 13 de abril e, para pagamento, 24 de abril.

Combinada com a antecipação realizada em novembro de 2020, a distribuição proposta de proventos da Tegma referentes ao exercício de 2020 soma R$ 35 milhões (R$ 0,5303832017 por ação, 63% de payout sobre o lucro de 2020e 2,47% de dividend yield (considerando a cotação do dia 8 de março de 2020) ante R$ 75,3 milhões referentes ao exercício de 2019 (R$ 1,14 por ação, 43% de payout e 3,67% de dividend yield).

Tegma (TGMA3) anuncia pagamento de R$12,5 mi em dividendos complementares

Tegma – 3TRI20

A companhia registrou lucro líquido de R$ 29,9 milhões no terceiro trimestre de 2020, o que representa queda de 67,2% em relação ao mesmo período de 2019. De acordo com a Tegma, a queda foi de 17% desconsiderando os impactos do crédito tributário no terceiro trimestre de 2019.

Já a receita líquida da companhia recuou 15,1% no comparativo anual, para R$ 289,2 milhões. Já em relação ao segundo trimestre deste ano, foi registrada alta de 122,2%, em função da retomada gradual da economia em meio à pandemia de covid-19.

O Ebitda da companhia somou R$ 55,3 milhões, queda de 14,3% ante 2019. Já a margem Ebitda avançou 0,2 ponto percentual, para 19,1%. A Tegma afirma que o avanço de margem foi resultado de gestão de custos e despesas, apesar dos impactos da covid-19 no segmento de logística automotiva.

Balanço

De acordo com a companhia, o patamar de vendas no terceiro trimestre “já se igualou” ao primeiro trimestre, sazonalmente mais fraco. No período, foram vendidos 618,3 mil veículos leves, queda de 22,6% ante 21019. Destes, 535,7 mil foram para o mercado doméstico. Já os veículos transportados pela Tegma tiveram queda de 20,9% ante o terceiro trimestre de 2019, mas avançaram 185,6% ante o segundo trimestre deste ano.

O fluxo de caixa livre da Tegma ficou negativo em R$ 8,7 milhões devido ao consumo de capital de giro da retomada de operações de logística automotiva, “apesar do resultado operacional positivo da companhia”. Já o caixa líquido da companhia foi de R$ 54,3 milhões ao final do período.

Veja TGMA3 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Leia mais