Suzano (SUZB3) anuncia alta de preços de celulose no Sudeste da Ásia e Oriente Médio

A Suzano (SUZB3) está propondo um aumento do preço da celulose branqueada de eucalipto (BEK, na sigla em inglês) para 550 dólares a tonelada para clientes do Sudeste Asiático e do Oriente Médio, de acordo com analistas do Credit Suisse e BTG Pactual, citando reportagem da agência RISI.

Segundo a Reuters, a equipe do BTG afirmou que o reajuste tem efeito imediato e surpreende, bem como é de certa forma atípico, uma vez que a companhia não está anunciado um aumento de preços para a China. Dias atrás, a Suzano anunciou um aumento de 30 dólares por tonelada para a China, citaram.

Suzano

China, não

Leonardo Correa e Caio Grisner afirmaram que, após checar com fontes no setor, esse aumento de preço não incluiu a China por enquanto, uma vez que as negociações sobre o recente aumento de preço para 500 dólares a tonelada ainda estão em andamento.

“Em última análise, acreditamos que isso é mais uma questão de ‘timing’ do que qualquer outra coisa, e continuamos atribuindo uma alta probabilidade de aumentos de preços a continuar ocorrendo na China em 2021”, citando falta de oferta nova e a melhoria da demanda.

Na visão do analista Caio Ribeiro, do Credit Suisse, embora a alta não se aplique à China por ora, reforça a convicção da Suzano de que o ambiente de oferta e demanda está melhorando de forma sustentável. “Nossa estimativa média de 530 dólares por tonelada para 2021 está começando a parecer conservadora.”

A empresa

Suzano Papel e Celulose é uma empresa brasileira de papel e celulose. É a maior produtora global de celulose de eucalipto e uma das 10 maiores de celulose de mercado, além de líder mundial no mercado de papel, com cerca de 60 marcas em quatro linhas: cutsize, revestidos, não revestidos e papel-cartão.

Veja SUZB3 na Bolsa:

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais