Small Caps: entenda o que são e como investir com sucesso nesses ativos

Investir nesse tipo de empresa pode representar rendimentos promissores

Investir também significa inovar. A busca por promessas no mercado de ações e por ativos promissores é constante. Justamente esse intuito levou muitos investidores até as Small Caps, empresas de menor capitalização de mercado.

Mesmo assim, para muitos outros, ainda restam dúvidas sobre como investir em Small Caps, se vale mesmo a pena ou como calcular os riscos de forma realista.

Portanto, veja a seguir um guia completo para tirar todas as suas dúvidas:

O que é Small Caps?

O termo não é algo definitivo, mas basicamente é utilizado para nomear empresas que têm um valor menor de capitalização.

Vale lembrar que a capitalização é equivalente ao valor de mercado da empresa. O cálculo varia de acordo com a cotação das ações de determinada companhia no pregão e é multiplicado pelo número de ativos que compõem o seu capital.

Em suma, não há um valor determinado máximo para dizer se a empresa é ou não uma Small Cap. Dessa forma, é feito uma análise e comparação com as grandes empresas do mercado e de seu setor.

Leia também:

Prós e contras deste investimento

Quando o termo Small Caps é mencionado, a característica que mais chama a atenção dos investidores é o potencial de crescimento desses ativos. Ou seja, investir em algo pequeno que possa triplicar em algum momento.

Entretanto, como duas faces na mesma moeda, esse crescimento não é garantido. Portanto, sempre há a possibilidade de prever um crescimento ou a expansão da empresa, e ela de fato não acontecer.

Por isso, é importante saber que esse tipo de investimento, por ter expectativas de grandes rendimentos, vem acompanhado de grandes riscos também.

Small Caps: entenda o que são e como investir
Investir em Small Caps

Como investir?

Existem algumas formas de investir nesse tipo de ativo. A primeira delas é comprar ativos dessas empresas no pregão da B3. Tecnicamente falando, o procedimento é absolutamente igual ao da compra de qualquer outro tipo de ação.

Além dessa opção, também é possível investir através de fundos de índices, popularmente conhecidos como ETFs. Esses fundos replicam índices que investem em ativos de Small Caps, assim como qualquer outro ETF.

Outra alternativa é investir em fundos de investimentos tradicionais. Esses fundos de ações tem como foco ativos de Small Caps. Só em 2020, essas aplicações agrupadas em uma categoria específica chegaram a uma soma de R$ 6,5 bilhões em patrimônio.

Promessas para 2021

Várias corretoras publicam carteiras recomendadas só de Small Caps, com previsões das melhores possibilidades de ativos de acordo com determinado olhar.

Dessa forma, entre essas previsões, alguns ativos aparecem na maioria das recomendações. Por exemplo, a Ânima (ANIM3), Aura Minerals (AURA33), Jalles Machado (JALL3), Lavvi (LAVV3) e Grupo Soma (SOMA3).

Todos esses ativos possuem uma capitalização inferior a R$ 10 bilhões. Portanto, são consideradas Small Cap pelo mercado. Além disso, os ativos foram considerados como promissores para 2021.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais