Pagamentos e transferências com criptomoedas? Mastercard anuncia novo sistema financeiro

Grande rede de pagamentos divulga parceria com corretora de criptomoedas

Nesta terça-feira (26), a rede de pagamentos Mastercad divulgou uma parceria com a corretora de criptomoedas Bakkt. A propósito, o intuito da novidade é possibilitar aos clientes da rede um acesso rápido para recursos digitais.

Sendo assim, os bancos, fintechs e operadores comerciais parceiros da Mastercard podem fazer parte do sistema da companhia de contas de débito e crédito com carteiras de criptomoedas.

Logo, a função da corretora Bakkt é a realização de custódia dos ativos. Com isso, todos os clientes da rede poderão negociar moedas digitais.

“A Mastercard está comprometida em oferecer uma ampla gama de soluções de pagamento que oferecem mais liberdade de escolha, maior valor e impacto todos os dias”, disse Sherri Haymond, vice-presidente executiva de Parcerias Digitais da Mastercard.

Nova funcionalidade de criptomoedas

Em resumo, a corretora Bakkt foi constituída pela mesma empresa responsável pela Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), chamada Intercontinental Exchange (ICE). Assim, entre as suas principais funcionalidades, os contratos de Bitcoin (BTC) e serviços de custódia acabam se destacando.

Em comunicado, o Mastercard informou que o serviço oferece capacidade de compra, venda e manter os ativos digitais nas carteiras de custódia, juntamente com a corretora de criptmoedas. Além disso, os clientes podem emitir cartões de débito e crédito com ativos digitais de maneira simplificada.

Aprimorar o catálogo de produtos de fidelidade com a integração das moedas virtuais na rede está entre os planos da empresa. Assim como, ampliar os programas de cashback, fidelidade de hotéis, companhias aéreas e restaurantes.

Ilustração de criptomoedas

Mercado de criptomoedas

A saber, a Mastercard não foi a primeira rede de pagamentos a entrar no mercado de criptomoedas. A Visa, em junho de 2021, firmou parceria com corretoras de criptomoedas para disponibilizar serviços. 

Logo, a companhia de crédito, ao reportar seu primeiro balanço trimestral este ano, apresentou que os seus negócios relacionados a moedas digitais movimentaram cerca de US$ 1 bilhão.

Recentemente, o Bitcoin passou por um período de oscilações, marcado por fortes quedas. Contudo, nos últimos dias, a moeda voltou a apresentar excelentes cotações. Bem como, uma marca histórica, que chegou a US$ 66,856 mil na última quarta-feira (20),

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais