Nu Invest, plataforma de investimentos do Nubank, passa a aceitar subscrição de ações; veja como usar

“Com este novo modelo, o processo de subscrição do Nubank já é um dos mais completos do mercado"

Nesta quarta-feira (20), o Nu Invest, plataforma de investimentos que pertencente ao Nubank, anunciou uma nova experiência no processo de subscrição de ações para investidores, que integrará todos os clientes até novembro.

O intuito da novidade é dar preferência aos investidores, que mesmo elevando seu capital social, podem manter o mesmo nível de participação nas empresas. A propósito, este direito já está disponível aos clientes que operam com fundos imobiliários.

“Com este novo modelo, o processo de subscrição do Nubank já é um dos mais completos do mercado. As alterações vêm para melhorar a experiência do cliente, deixando mais com a nossa cara: prático, sem burocracias e letras miúdas”, destaca Fernando Miranda, líder de investimentos do Nubank.

O que é subscrição de ações?

Em suma, a subscrição de ações representa o ato de dar preferência às compras de novas ações aos acionistas da empresa. Logo, isso ocorre quando uma companhia expande seu capital social, emitindo novos papéis. Isto é, realiza uma oferta subsequente.

Sendo assim, a subscrição visa conceder aos investidores atuais a chance de seguir com a mesma porcentagem de participação no negócio. Assim, eles garantirão seus ganhos.

Vale destacar que não é obrigatório o acionista adquirir os novos papéis, mas sim apenas receber essa regalia. Portanto, se ele não comprar as ações, poderá vender o seu direito de compra com outros.

NuInvet, plataforma de investimentos do Nubank, passa a aceitar subscrição de ações; veja como usar
Nu Invet, plataforma de investimentos do Nubank

Nova experiência no Nubank

A propósito, a nova funcionalidade oferece simplicidade e transparência aos clientes do Nubank, disponibilizando informações extras durante a experiência na plataforma com um serviço online.

Desse modo, o cliente do Nubank poderá executar a subscrição diretamente pelo smartphone. Posto que, anteriormente, era necessário acessar a plataforma web em um computador.

Ainda este ano, os clientes do Nubank terão acesso a nova funcionalidade na seção de subscrição na plataforma do Nu Invest, em uma área dedicada ao processo dentro do menu de Renda Variável.

Expectativas para o IPO

Em resumo, a oferta pública inicial (IPO) da fintech está prevista para acontecer no final de novembro, com intenção de arrecadação entre US$ 50 bilhões e US$ 70 bilhões.

De acordo com executivos do banco, a intenção é ter uma avaliação de até US$ 100 bilhões. Em contrapartida, outras fontes acreditam que seja improvável o Nubank atingir este valor em sua estreia nos Estados Unidos. 

Por outro lado, ambas as bolsas norte-americanas, a NYSE  (Nova York) e a Nasdaq, estão disputando para ter a ação do maior banco digital do mundo em sua listagem.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais