Magazine Luiza (MGLU3) lança conjunto de programas para beneficiar os lojistas da plataforma

Entre as novidades, estão novas maquininhas, descontos e conta para pessoa jurídica

Nesta terça-feira (17), o Magazine Luiza (MGLU3) promoveu uma série de programas destinados aos lojistas virtuais da plataforma.

As novidades vêm com caráter estratégico, visando o crescimento do número de vendedores e níveis de serviços, juntamente com o aumento das vendas e receita do marketplace.

Por certo, o lançamento dos programas acontece um dia após a AliExpress, empresa chinesa de varejo, também ampliar sua plataforma destinada aos lojistas e a anunciar a redução das taxas, que são inferiores às brasileiras.

Série de programas aos lojistas

Em primeiro lugar, o Magazine Luiza lançou uma conta para pessoas jurídicas e três maquininhas aos comerciantes. Além disso, disponibilizou descontos progressivos em taxas, mirando no crescimento do lojista na plataforma. 

O objetivo das contas jurídicas é ceder cada vez mais serviços aos comerciantes como. por exemplo, cartão de crédito empresarial. Esta conta, no entanto, não tem custos aos lojistas.

Em resumo, são três maquininhas, desde as mais simples até as mais complexas. A primeira é uma maquininha simplificada, que depende apenas da internet do celular, mas para adquirir ela é necessário pagar dez parcelas de R$ 19,90.

Já a segunda alternativa, atende aos comércios de porte médio, com dez parcelas de R$ 29,90. Por último, denominada de “Smart”, o produto incentiva a integração entre o lojista e a plataforma, cujo os estoques da loja digital e física são integrados. Logo, para adquirir são dez parcelas mensais de R$ 49,90.

Magazine Luiza (MGLU3) lança conjunto de programas para beneficiar os lojistas da plataforma
Ilustração da Magalu

Como funcionam as taxas?

Em suma, para as vendas dos parceiros do Magazine Luiza, cujo volume é pequeno e realizam as serviços digitais sem os processos automatizados, a taxa é de 3,99%. 

Já para os comerciantes que possuem volume de vendas e infraestrutura automatizada na gestão e no cadastramento dos produtos, a taxa é de 12,8%.

Por fim, aos vendedores com os mesmos recursos, mas que antecipam recebíveis com o Magalu, a taxa é de 16%.

Benefícios para Magalu

De acordo com Robson Dantas, diretor da fintech do Magazine Luiza, o plano estratégico da companhia é ampliar o quadro de lojistas na plataforma e fortalecer cada vez mais o relacionamento com eles através de novos serviços financeiros.

Visto que, companhias de modo geral, ao oferecer serviços gratuitos para os comerciantes, acabam se prejudicando. Porém, Robson Dantas assegura que em razão do principal foco do Magazine Luiza ser a plataforma digital, acaba transformando os custos de aquisição de clientes mais baratos.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais