O grupo de medicina diagnóstica Fleury (FLRY3) anunciou nesta quinta-feira (10) a compra de 100% do Centro de Infusões Pacaembu (CIP) e de 80% da Clínica de Olhos Dr. Moacir da Cunha.

“As duas aquisições reforçam a estratégia de crescimento e de expansão da presença da companhia na cadeia de saúde”, afirmou o Fleury por meio de fato relevante.

O CIP, centro infusão de medicamentos imunobiológicos, com seis unidades na capital paulista, teve receita bruta de R$ 108,3 milhões no espaço de 12 meses encerrado em junho. O valor da aquisição do negócio foi de R$ 120 milhões.

Já a clínica oftalmológica, tem três unidades também na capital paulista, e teve receita de R$ 37,8 milhões em 12 meses até março último. Por esta aquisição, o Fleury pagou R$ 29,5 milhões.

Fleury (FLRY3) fará aumento de capital
Fleury (FLRY3) fará aumento de capital

Venture Capital

Resultado de um investimento conjunto do Grupo Fleury e Grupo Sabin, acaba de ser lançado o Kortex Ventures, fundo de Corporate Venture Capital para atuar no mercado de saúde no Brasil. A expectativa é aportar R$ 200 milhões em empresas nascentes de tecnologia de saúde nacionais e estrangeiras e, em quatro anos, se tornar sócio de 15 a 18 healthtechs (startups de saúde).

O objetivo é investir de forma minoritária em negócios de medicina diagnóstica, medicina personalizada e saúde digital, ajudando a promover o desenvolvimento dessas pequenas empresas.

O Kortex Ventures vai atuar como um centralizador de informações, identificando oportunidades no mercado, analisando e tomando ações para gerar valor nas empresas investidas. Diferentemente de um Venture Capital puro, o CVC se posiciona como um fundo de “strategic money”, ou capital estratégico. Isto significa que o Kortex Ventures pretende investir em healthtechs que tenham sinergias com os negócios de ambas as companhias, ajudando as empresas não apenas financeiramente como também oferecendo acesso à expertise e estrutura operacional do Fleury e Sabin.

O presidente do Grupo Fleury, Carlos Marinelli, comenta que a ideia é unir a experiência secular da instituição com a mentalidade das startups. “Queremos manter a independência, agilidade e espírito empreendedor das empresas investidas ao mesmo tempo em que aprendemos com elas e incorporamos ao nosso negócio suas melhores soluções. O fundo irá acelerar exponencialmente esse movimento”, projeta.

Veja FLRY3 na Bolsa:

Fleury (FLRY3) fará aumento de capital
Fleury (FLRY3) fará aumento de capital
https://youtu.be/w_B42Di3moU
Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: