A Ecorodovias (ECOR3) obteve resultado próximo das previsões de analistas para o terceiro trimestre, uma vez que o tráfego nas estradas sob concessão da administradora se recuperou gradualmente, refletindo o relaxamento gradual de quarentenas impostas para conter a pandemia da Covid-19.

A companhia responsável pelo Sistema Anchieta/Imigrantes, que liga a capital paulista ao Porto de Santos, informou nesta quarta-feira (4) que teve lucro líquido de R$ 71,6 milhões entre julho e setembro. A pesquisa da Refinitiv apontava lucro de R$ 75,1 milhões.

Ecorodovias (ECOR3) lucra R$71,6 mi no 3º tri, tráfego se aproxima dos níveis de 2019

Resultado financeiro

A empresa disse que o lucro foi impactado pelo resultado financeiro negativo de R$ 20,3 milhões devido à variação monetária sobre debêntures, devido à alta do IPCA.

Segundo a Ecorodovias, seu lucro recorrente somou R$ 89,2 milhões no período, aumento de 53,2% ano a ano. Esta medição exclui gastos considerados extraordinários, como os ligados a um acordo de leniência por envolvimento em esquema de corrupção.

O tráfego

O tráfego consolidado de veículos equivalentes nas rodovias administradas pela empresa no trimestre foi 2,4% menor do que um ano antes, ainda refletindo efeitos da pandemia.

Com a aplicação de alguns ajustes nos pedágios, o efeito sobre a receita líquida pro-forma foi aliviado parcialmente, caindo 0,8% no comparativo anual, para R$ 771,2 milhões.

Resultado operacional

O resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda) do trimestre foi de R$ 488,8 milhões. A previsão média de analistas da Refinitiv para essa linha era de R$ 478,6 milhões.

Credit Suisse

Um dia antes de a Ecorodovias divulgar seu balanço, o banco de investimentos Credit Suisse apresentou prévia do que esperava das empresas que administram rodovias pedagiadas no Brasil, destacando que projeta uma forte recuperação do setor.

O banco apostou que os resultados da Ecorodovias viriam melhores do que os da CCR pelo fato de a primeira não ter exposição a ativos de mobilidade urbana e aeroportos, setores que tiveram um desempenho muito pior do que as estradas durante a pandemia.

O banco estimou que o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) do terceiro trimestre da CCR seja de R$ 1,3 bilhão, uma queda de 17% na comparação com 2019, enquanto espera que o Ebitda da Ecorodovias seja de R$ 523 milhões, uma alta de 2% na mesma base de comparação.

Veja ECOR3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: