A Ultrapar (UGPA3) teve resultados acima das previsões de analistas no terceiro trimestre, com o grupo multissetorial se beneficiando da gradual retomada da economia brasileira dos efeitos da pandemia de coronavírus.

Segundo a Reuters, a empresa dona da rede Ipiranga de postos de combustíveis obteve lucro líquido de R$ 277,3 milhões de julho a setembro, queda de 9,76% ante mesma etapa de 2019, porém levemente acima da previsão média de analistas ouvidos pela Refinitiv, de R$ 272,7 milhões.

Ultrapar

UGPA3: volume vendido

Embora tenha tido redução de 11% no volume vendido no comparativo ano a ano, a rede Ipiranga teve recuperação robusta na medição sequencial. O negócio responde por mais de metade do resultado da Ultrapar.

A recuperação da atividade industrial do país também contribuiu para as divisões Ultracargo, de armazenagem de granéis líquidos; Oxiteno, de especialidades químicas; além da Ultragaz, de gás de cozinha.

Receita líquida

Assim, embora a receita líquida da Ultrapar no trimestre, de R$ 20,76 bilhões, tenha sido 11% menor contra um ano antes, avançou 31% sobre o trimestre anterior.

E o resultado operacional do grupo medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 5% ante mesma etapa de 2019, para R$ 1 bilhão. O número veio acima da previsão de analistas, de R$ 901 milhões. A margem Ebitda subiu 0,8 ponto percentual, para 5%.

Goldman Sachs

Um mês atrás o Goldman Sachs elevou o preço-alvo das ações da Ultrapar de R$ 20,50 para R$ 23,50 e das ADRs, de US$ 3,80 para US$ 4,20, mantendo a recomendação de compra dos ativos, após aumentar a estimativa de crescimento do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado para os próximos três anos.

De acordo com o banco, a estimativa de aumento do Ebitda Ajustado para 2020 é de 6%, para 2021 é de 10%, e em 2022 de 9%, incorporando a melhora das margens da Ultragaz e Oxiteno, cuja trajetória de alta desde o quarto trimestre de 2019 foi reafirmada no segundo trimestre de 2020, com a empresa indicando que poderiam manter tais níveis de margens daqui para frente.

O banco também atualizou as estimativas para os volumes de vendas da rede Ipiranga nos anos de 2020, 2021 e 2022 em 3%, 2% e 1%, respectivamente, devido a uma perspectiva menos negativa para a demanda de combustível após o segundo trimestre e os dados disponíveis até agosto.

O banco também atualizou o modelo com as estimativas de preços de petróleo e macroeconômicas, que refletem uma depreciação do real e auxilia na Oxiteno.

Veja UGPA3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: