BTG Pactual (BPAC11) negocia compra da Empiricus por cerca de R$ 2 bilhões

O banco de investimentos brasileiro quer adquirir a holding Universa, grupo empresarial de investimentos, dona da empresa de informações financeiras Empiricus

Segundo fontes do mercado, o BTG Pactual (BPAC11) quer comprar a Holding Universa, grupo empresarial de investimentos 100% digital e dona da Empiricus, por aproximadamente R$2 bilhões.

A Universa também possui portais noticiosos como Seu Dinheiro e Money Times, além da Vítreo Asset.

De acordo com as informações passadas pelas fontes, o banco de investimentos brasileiros vê essa compra como uma forma de estreitar laços de negócios com pessoas físicas, uma de suas prioridades atualmente.

Recentemente, o BTG Pactual vem investindo na plataforma G+, visto que é uma forma de concorrência com bancos digitais como a XP e o Nubank.

Aquisições do BTG Pactual

A vontade de expandir a relação com pessoas físicas motiva o BTG Pactual (BPAC11). Em virtude disso, o banco já obteve oito instituições nos últimos tempos.

Há pouco, a organização comprou a Fator Corretora. Outras empresas também foram negociadas, como foi o caso da  Ouroinvest e a Network Partners. Além disso, a corporação investiu R$ 1 bilhão em tecnologia, tudo isso para reforçar seu espaço na área de investimentos.

A empresa teve crescimento de 69% nos últimos 12 meses. Nesse sentido, a CEO do BTG, Eduardo Guardia, afirma: “tivemos um aumento da nossa equipe com profissionais de alta qualidade para atender todas as nossas linhas de produtos”.

BTG Pactual negocia compra da Empiricus por cerca de R$ 2 bi

Universa e Empiricus

A Empiricus é uma empresa especializada em criação de conteúdo financeiro e ideias de investimentos. Do mesmo modo, acabou ganhando destaque por suas declarações consideradas polêmicas, assim como, com um marketing agressivo.

Entretanto, a Universa vai muito além da Empiricus. O grupo conta com a Vitreo Asse, a qual tem um amplo fundo temático, como criptos, games, urânio e canabidiol, que atraíram cerca de R$ 600 milhões só em 2021.

Em apenas 1 ano, a Vitreo dobrou seu patrimônio. Dessa forma, atingiu R$ 7,28 bilhões, segundo a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais