Bernard Arnault, dono da Louis Vuitton, torna-se o homem mais rico do mundo

O presidente da companhia LVMH ultrapassou Jeff Bezos, fundador da Amazon, com uma fortuna avaliada em US$ 186,3 bilhões

O francês Bernard Arnault, dono da companhia LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy), alcançou hoje (24) o título de pessoa mais rica do mundo segundo a Revista Forbes. Seu patrimônio líquido é de US$ 186,3 bilhões.

Dessa forma, o executivo ultrapassou Jeff Bezos, presidente da Amazon (AMZO34), com US$ 186 bilhões e Elon Musk, fundador da Tesla (TSLA34) e SpaceX, com US$ 147,3 bilhões.

Entretanto, na lista anual da Forbes, o magnata Jeff Bezos ainda lidera, mantendo-se fiel a fama das “big techs”.

Como Arnault se tornou o homem mais rico do mundo?

De acordo com os cálculos da Forbes, o patrimônio de Bernard Arnault aumentou significantemente dentro dos últimos 14 meses. Em março de 2020, ele tinha cerca de US$ 76 bilhões a menos.

Nesta segunda, as ações do grupo LVMH subiram 0,4% só nas primeiras horas  do pregão (momento onde as negociações de ativos ocorrem, gerando maior fluxo de compra  e venda de ativos). Por sua vez, o aumento da capitalização de mercado chegou a US$ 320 bilhões, dessa forma, elevando a participação pessoal de Arnault em cerca de US$ 600 milhões.

O bilionário da moda é dono de um império com 70 marcas, dentre elas estão a Louis Vuitton, Sephora, Christian Dior e Givenchy. Além disso, em janeiro de 2021, a companhia LVMH assinou uma parceria com a joalheria norte-americana Tiffany & Co por US$ 15,8 bilhões. Esta é considerada a maior conquista da marca de luxo europeia.

Quem é Bernard Arnault?

Nascido no ano de 1949, o francês Bernard Arnault começou sua caminhada profissional como engenheiro da construtora Ferret-Savinel. Logo depois, foi promovido a inúmeros cargos de gerência executiva. Portanto, não foi surpresa quando o mesmo alcançou o cargo de presidente da empresa em 1978.

Sendo assim, deixou a construtora em meados de 1984 com o objetivo de reorganizar a holding Financière Agache. Após 5 anos, o atual bilionário tornou-se o maior acionista da LVMH, na qual é presidente e CEO até hoje.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais