5 criptomoedas para conhecer além do Bitcoin

Além do Bitcoin (BTC), existem outros ativos que têm chamado atenção e apresentado grande crescimento

As criptomoedas, recursos completamente digitais, têm recebido atenção mundial nos últimos anos. Os ativos digitais funcionam como dinheiro, uma vez que são usados para transações comerciais sem a fiscalização de uma autoridade governamental.

Mas, considerando que abrangem altas e baixas constantes, são investimentos arriscados.

O dinheiro virtual mais conhecido e valorizado é o Bitcoin (BTC), porém existem também outros projetos inovadores que ganharam destaque recentemente.

Ethereum (ETH)

O Ethereum (ETH) é uma plataforma online, sendo o Ether (ETC) sua criptomoeda nativa. Então, ambos são sinônimos.

Idealizado em 2013 pelo programador Vitalik Buterin, é o segundo projeto de criptomoeda mais promissor atualmente. Com isso, o ativo é uma evolução no conceito de blockchain.  

A plataforma é utilizada para desenvolver aplicativos descentralizados (dApps), que rodam a tecnologia blockchain, por sua capacidade de programação.

Os chamados dApps são desenvolvidos usando a rede descentralizada peer to peer, os mesmos têm código aberto e recompensam os usuários por suas contribuições.

Relacionado ao Ethereum, está o Ether, combustível para essas aplicações. Além do mais, uma unidade da cripto vale 13.049,41 nesta segunda-feira (24).

Cardano (ADA)

Criado em 2015 por Charles Hoskinson, que inclusive esteve presente na criação da Ethereum, o projeto Cardano é outro nome promissor no mundo das criptomoedas.

Sendo construído como uma plataforma que unifica várias funcionalidades, ela executa aplicativos financeiros descentralizados, os quais facilitam processos e ações para empresas, governos ou pessoas físicas. 

No sistema, a tecnologia Cardano desenvolve funções que realizam transações rápidas, seguras, a leitura e execução de contratos inteligentes (Smart Contracts).

Por outro lado, o projeto possui seu próprio krypto, o Cardano (ADA), unidade que equivale R$ 7,80.

Criptomoedas para conhecer além do Bitcoin

Binance Coin (BNB)

Criada para uso dentro da exchange Binance, a Binance Coin (BNB) é uma criptomoeda lançada em 2017. Entretanto, mesmo desenvolvida como um incentivo aos clientes do ecossistema da corretora, a estratégia levou a valorização da moeda.

Visto que, seu uso inclui descontos em taxas relacionadas à plataforma, além dos serviços desenvolvidos que utilizam o token. Portanto, o ativo digital já chegou a ser o terceiro mais negociado do mundo, atrás apenas do Bitcoin (BTC) e do Ether (ETC). Assim como, vale R$ 1.660,93 hoje.

Litecoin (LTC)

Criado por Charlie Lee e conhecido como “Prata Digital”, o cripto Litecoin (LTC) surgiu em 2011, e compartilha o mesmo código e protocolo do Bitcoin (BTC). Como resultado, graças ao valor menor e rapidez para validação, o ativo foi idealizado como uma alternativa a criptomoeda mais famosa do mundo. 

Contudo, o Litecoin é independente do Bitcoin. Dessa maneira, as principais diferenças são: a velocidade de transações, a quantidade, e a taxa dos mineradores. Assim como, o ativo pode ser utilizado em transações acessíveis do dia a dia. 

Seu tempo do processo de mineração é menor que o do BTC, que leva em média 10 minutos para ter um bloco minerado. Já no caso do Litecoin são necessários apenas 2,5 minutos. O ativo está valendo R $890,05.

Polkadot (DOT)

Em 2020, um dos co-fundadores da Ethereum (ETC), Gavin Wood, idealizou o projeto Polkadot.

O Polkadot (DOT) é um ecossistema criado para fornecer interoperabilidade e alta escalabilidade entre outros blockchains individuais.

Sua tecnologia facilita a comunicação e transparência entre diferentes blockchains ao conectar múltiplos desses bancos de dados em uma rede única. Sua moeda nativa é o DOT, que vale R$ 117,89 no momento.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais