Fan Tonkens: o que são e como funcionam essas criptomoedas?

Os fan tokens, que por muito tempo eram incomuns no Brasil, agora já tem quatro dos principais clubes brasileiros embarcando nessa. O Atlético Mineiro, Corinthians, Flamengo e São Paulo criaram sua própria moeda digital como maneira de engajar os torcedores e faturar em cima desse modelo de ativo.

Portanto, a tecnologia permite ampliar cada vez mais o engajamento com os torcedores, que podem ter experiências inéditas como ganhar ingressos para jogos, visitar estádios e votar nas decisões que envolvem o clube.

Descubra como funcionam esses ativos digitais usados por clubes esportivos:

O que são os Fan Tokens?

Em suma, as criptomoedas de times de futebol surgiram em 2019, mas com a crise da pandemia do Covid-19, o seu desenvolvimento atrasou. Logo, após um ano e meio com as arquibancadas desocupadas, o público acaba de retornar aos estádios.

A propósito, ao contrário das criptomoedas tradicionais, os Fan Tokens possuem utilidades próprias e benefícios que o investidor pode usar dentro do clube. Por exemplo, conteúdos e produtos exclusivos, ingressos gratuitos, participação nas decisões do time, sorteios com prêmios, entre outros.

De acordo com Tasso Lago, especialista em criptomoedas e fundador da Financial Move, esse tipo de ativo é exclusivo a um determinado grupo, que pode preferir os tokens de times em relação a uma moeda tradicional porque futebol é a sua maior paixão.

Isto posto, os Fan Tokens integram o investimento digital ao esporte, deixando os torcedores ainda mais próximos de seus respectivos times.

Fan Tonkens: saiba o que são e como funcionam as criptomoedas de clubes esportivos
Fan Tokens de seus times

Investimentos dos times nos FTOs

Desse modo, após seu lançamento, clubes europeus como Paris Saint-Germain, Milan e Roma adotaram o sistema. Já no Brasil, o primeiro time brasileiro a entrar na brincadeira foi o Atlético Mineiro em parceria com a Socios.com, com o token $GALO.

Em seguida, o Corinthians entrou na jogada com token o $SCCP, que teve 850 mil unidades esgotadas em duas horas no ar. No último mês, o Flamengo se rendeu ao projeto e começou a comercializar o token denominado de $MENGO.

Segundo o Flamengo, os torcedores que aderirem o ativo receberão uma série de vantagens. Entre elas, votar em detalhes do uniforme do time ou na música que irá tocar no aquecimento pré-jogo, participar de experiências e ter acesso a serviços exclusivos, entre outras.

Além deles, o Vasco também já está inserido no mercado de criptomoedas em parceria com o Mercado Bitcoin. Logo, o clube escolheu os 12 jogadores com potencial de lucro e avaliou em R$ 50 milhões o valor que teria que receber pelo pacote. Sendo assim, foram desenvolvidos 500 tokens vendidos a R$ 100 no site da empresa.

Compra dos Fan Tokens

Por fim, para adquirir um token de clube esportivo, basta comprar da mesma maneira que as demais moedas digitais, ou seja, em uma corretora tradicional. Em seguida, é necessário transferir diretamente para a plataforma Sócios.com.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais