A Airbnb espera levantar até 3,09 bilhões de dólares em sua oferta pública inicial (IPO), após elevar a faixa de preço para entre 56 e 60 dólares por ação, preparando-a para uma forte estreia na bolsa 13 anos depois de ter sido fundada como um site em um loft que revolucionou o setor de hospedagem.

Segundo a Reuters, a plataforma planeja vender 51,6 milhões de ações, segundo documentos ao órgão regulador nesta segunda-feira. Anteriormente, a companhia tinha faixa de preço entre 44 e 50 dólares por ação, para a venda de 51,9 milhões de ações.

No teto da nova faixa, a Airbnb teria valor de mercado de 41,8 bilhões de dólares.

Isso está bem acima dos 18 bilhões de dólares que a Airbnb valia em uma rodada de investimentos em abril nas primeiras semanas da pandemia de coronavírus nos EUA, e acima dos 31 bilhões de dólares na sua última rodada pré-Covid em 2017.

A estreia da Airbnb no mercado de ações, marcada para 10 de dezembro na Nasdaq, será um dos maiores e mais esperados IPOs dos EUA em 2020.

IPO: construtora Plano & Plano pretende levantar R$1 bi

Recorde de IPO nos EUA

Levantamento de O Globo mostra que dois IPOs questionados por alguns investidores, mas inflados pela euforia de Wall Street, devem fazer com que este dezembro bata o recorde de ofertas de ações para o mês nos EUA, conforme a Bloomberg.

As aberturas de capital do site de hospedagens Airbnb e do app de delivery de restaurantes DoorDash têm o potencial de levantar até US$ 6,2 bilhões esta semana. Somadas a outras ofertas programadas para este mês, como da firma de softwares C3.ai e do site de e-commerce Wish, dezembro caminha para bater o recorde de US$ 8,3 bilhões para o mês, atingindo em 2001 e repetido em 2003, prevê a Bloomberg.

Os IPOs de fim de ano se somarão aos US$ 156 bilhões que foram captados em estreias nas Bolsas americanas ao longo de 2020, valor que também é recorde.

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: