Viveo registra lucro líquido ajustado de R$51,6 mi no primeiro trimestre

A Viveo (CM Hospitalar S.A.) anunciou hoje ao mercado os resultados de seu balanço financeiro e operacional referentes ao primeiro trimestre de 2021 (1T21). Os números publicados são comparáveis ao primeiro trimestre de 2020 ou ainda consideram como se todas as aquisições realizadas ao longo de 2020 já estivessem incorporadas ao resultado da Companhia desde o primeiro dia de 2020 (1T20 proforma).

A Viveo registrou lucro líquido ajustado de R$ 51,6 milhões no 1T21, um crescimento de 93,1% na comparação com o mesmo período do ano passado (1T20); já o lucro bruto foi de R$ 203,6 milhões, com margem de 13,7% e crescimento de 66,5%. A receita líquida da Companhia atingiu R$ 1.485,1 milhões, um crescimento de 76,1%. O EBITDA ajustado foi de R$ 107,8 milhões, com margem de 7,3% e crescimento de 61,2% em relação ao 1T20. A empresa continua com caixa robusto e endividamento de 0,8x dívida líquida/EBITDA.

Viveo: nova marca e crescimento do ecossistema

No início deste ano, a Viveo apresentou sua nova marca ao mercado, alinhada a seu propósito de ‘Cuidar de Cada Vida’. O ecossistema foi lançado com o objetivo de reorganizar e integrar as empresas do grupo, incluindo as aquisições, seis delas concluídas em 2020. Fazem parte da Viveo as empresas Mafra Hospitalar, Tecnocold Vacinas, Diagnóstica Cremer, Byogene, Biogenetix, Vitalab, Health Log, Cremer, Flexicotton e Far.Me.

Seguindo a estratégia de fortalecer o ecossistema e de ampliar o portfólio de soluções oferecidas ao mercado, a Viveo assinou, em 15 de março, dois contratos de compra e venda de ações (CCVAs), com Daviso e Grupo FW, especializados na fabricação de lenços e toalhas umedecidas. De acordo com os CCVAs, as empresas apresentaram receita líquida combinada em 2020 de R$ 249 milhões e o preço de compra pelas duas companhias foi de R$ 300,7 milhões (preço sem earn-out). O fechamento das transações aguarda a autorização do CADE.

“Os resultados refletem o acerto da estratégia na consolidação de nosso ecossistema, ampliação do portfólio de produtos e serviços, agilidade frente às alterações de cenário e a prioridade na relação de parceria com clientes e fornecedores. Seguimos confiantes na nossa estratégia, capacidade de execução e excelência do time para entregar mais um ano de resultados robustos. Não mediremos esforços para continuarmos a exercer com muita disciplina nosso papel fundamental de abastecimento e atendimento dos principais prestadores de serviços de saúde do Brasil na luta incansável para vencermos a pandemia e garantirmos cada vez mais o direito à saúde e o cuidado com cada vida”, destaca Leonardo Byrro, CEO da Viveo.

  • Só clique aqui se já for investidor

Crescimento acelerado nos canais laboratórios e consumo

Destaque para o crescimento acelerado dos canais de laboratórios e consumo. O canal de laboratórios, que inclui as empresas adquiridas em 2020, de distribuição de reagentes analíticos e também a Diagnóstica Cremer com materiais pré-analíticos, apresentou R$ 58,2 milhões de receita líquida no 1T21, crescimento de 75,3% em relação ao 1T20 proforma (crescimento orgânico) e 481,2% em relação ao 1T20. O canal de consumo, com a venda de materiais para varejo, tanto da Cremer, quanto da Flexicotton, apresentou R$ 117,6 milhões de receita líquida, crescimento de 45,6% em relação ao 1T20 proforma e de 89,3% em relação ao 1T20.

Combate à pandemia

No primeiro trimestre, a Viveo duplicou a produção própria de máscaras cirúrgicas, após a importação de um equipamento trazido da Alemanha, com capacidade de produzir 3 milhões de máscaras por mês. Em abril, a Companhia importou em tempo recorde, com equipamentos especiais refrigerados, quase 2,5 milhões de ampolas e anestésicos, que estão em falta na rede hospitalar brasileira.

Sustentabilidade

A Companhia divulgou nova estratégia de sustentabilidade com objetivos e compromissos traçados até 2030. Com base em um estudo profundo, a organização optou por destacar dois objetivos para os próximos 10 anos, que estão relacionados à democratização do acesso à saúde, saúde e segurança dos profissionais do setor, e formação de profissionais da saúde. Também foram mapeados 12 temas distribuídos em 4 pilares que serão a base para este trabalho.

Novo Centro de Distribuição

Em abril, a empresa iniciou a operação de mais um centro de distribuição, no município de São João do Meriti, no Rio de Janeiro, com mais de 1.300 m² de área. Ele se unirá aos outros 15 centros de distribuição da companhia, em um total de mais de 90 mil m² de área e cinco operações de crossdocking, que permitirão melhor atendimento ao estado do Rio de Janeiro.

Lançamento da Mel

Em maio, a Viveo também apresentou ao mercado a assistente virtual Mel, que será a interface de atendimento nos canais online. Essa iniciativa, com uso de inteligência virtual, é inédita no mercado da saúde. O canal de serviços integrados acompanha a jornada dos clientes e reúne todas as informações dos parceiros cadastrados, tanto para consultas e solicitações, quanto para a gestão de compra, fazendo com que o comportamento do cliente seja percebido e, portanto, ele receba um atendimento mais direcionado, além de impulsionar melhorias no próprio canal.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais