Setor financeiro já percebe valor agregado pela Transformação Digital

Com base em uma pesquisa global de executivos do setor bancário e de seguros1,, a Fujitsu ­- líder em tecnologia da informação e comunicação que ajuda as empresas a acelerarem a inovação em ambientes híbridos de TI e multicloud – encontrou evidências do valor fornecido pela Transformação Digital (TD) no setor. Cerca de 85% disseram que as iniciativas de TD aumentaram positivamente as receitas, e 84% tiveram a mesma visão sobre a melhoria do risco e da segurança.

“Os altos níveis de satisfação mostrados pela pesquisa são ainda mais relevantes dado que as instituições financeiras têm mais maturidade digital que os demais setores. Bancos e seguradoras se transformaram na última década, inaugurando novas soluções digitais, excelência em Omnichannel e experiência de clientes e funcionários, tudo apoiado pela transformação dos negócios e pela capacitação tecnológica”, avalia Alex Takaoka, diretor de Vendas da Fujitsu do Brasil.

Setor Financeiro

O estudo ainda mostra que uma grande maioria também relatou que a TD contribuiu para fortalecer o relacionamento com os clientes (83%), construir confiança (83%), viabilizar novos ecossistemas (82%) e impulsionar uma abordagem de negócios sustentável orientada para o propósito (82%). Além disso, a pesquisa revela ainda que a maioria das empresas do segmento tem estratégias e implementações maduras de TI em áreas-chave: mais de 80% dos entrevistados relataram implementações maduras em vigor em segurança cibernética (86%), iniciativas de transformação digital em geral (84%), nuvem privada (83%) e inovação no local de trabalho (83%).

  • Só clique aqui se já for investidor

Complexidade é o maior desafio

Apesar dessa aparente maturidade, o segmento enfrenta novos desafios trazidos não apenas pela pandemia, mas pela hiper-concorrência impulsionada por novas tecnologias, fintechs e concorrentes tradicionais tecnologicamente avançados. Ao mesmo tempo, ameaças crescentes à segurança e requisitos de conformidade regulatória em constante mudança aumentam a complexidade e o desafio. De fato, a complexidade da implementação é o maior desafio para a TD em geral, diz a pesquisa, com mais de três quartos (76%) classificando-o como moderadamente a extremamente desafiador.

“Os players estão revendo suas necessidades e prioridades para a próxima onda de transformação, principalmente impulsionada pelas mudanças nos locais de trabalho, necessárias para responder a essa concorrência. Os executivos ouvidos entendem que a complexidade da implementação é seu principal desafio, tornando a escolha do parceiro fundamental daqui para frente. Agora, mais do que nunca, a capacidade comprovada de lidar com a complexidade técnica e os atributos culturais para impulsionar a mudança nos ecossistemas expandidos são as características essenciais para o sucesso”, alerta Takaoka.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais