Qualicorp (QUAL3) adquire carteiras com 10 mil clientes de Unimeds em RN e RJ

O primeiro contrato envolve planos privados de assistência

A Qualicorp (QUAL3) anunciou na terça-feira (6) a compra de duas carteiras de clientes no segmento de planos de saúde coletivos por adesão, que juntas reúnem 10 mil beneficiários. Em comunicado ao mercado, a empresa ressalta que o negócio reforça sua estratégia de regionalização, fortalece seu relacionamento com as Unimeds, além de ampliar acordos com parceiros locais em diversos estados do país.

O primeiro contrato envolve as carteiras de planos privados de assistência à saúde com cerca de 7,9 mil vidas, no segmento coletivo por adesão e no segmento de pequenas e médias empresas (PME), da administradora de benefícios Gestão de Serviços de Intermediação Agenciamento e Negócios (Gestão Adm), localizada em Natal (RN). A carteira é atendida pela Unimed Natal.

Qualicorp (QUAL3) adquire carteiras com 10 mil clientes de Unimeds em RN e RJ

Qualicorp

O segundo acordo engloba a carteira de planos de saúde com cerca de 2,3 mil vidas, todas no segmento de adesão, da Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços (ACIAP) de Barra Mansa. Neste caso, a carteira é atendida pela Unimed Barra Mansa (RJ).

A compra das duas carteiras, que passam a integrar a lista de mais de duas dezenas de Unimeds parceiras em todo o Brasil, soma-se às 1,2 milhão de vidas que a Qualicorp possui em seu portfólio na categoria adesão médico-hospitalar.

Resultado

A Qualicorp (QUAL3) reportou lucro líquido de R$ 67,6 milhões no quarto trimestre de 2020, alta de 12,4% ante igual período do ano anterior, conforme relatório encaminhado ao mercado.

De acordo com o documento, no acumulado do ano a companhia obteve lucro líquido de R$ 392,1 milhões, com acréscimo de 5,3% ante 2019.

Em comentários da direção que acompanham o balanço, a empresa reforça que a melhora na performance no comparativo entre mesmos trimestres se deve à redução de despesas não-recorrentes e melhora no resultado financeiro, ajudado ainda por menores amortizações.

“Olhando para os próximos trimestres, acreditamos no potencial de geração de valor da companhia a partir do crescimento do portfólio de vidas, sem variações relevantes em suas margens operacionais, de modo que as eficiências que vem sendo obtidas na operação sejam revertidas na aceleração dos projetos de crescimento”, afirma a administração.

Veja QUAL3 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Leia mais