Planos de saúde devem R$ 2,9 bilhões ao SUS; entenda o que acontece

Dívida pagaria 58 milhões de doses de vacina contra a Covid-19

Foi divulgado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que os planos de saúde possuem uma dívida com o Sistema Único de Saúde (SUS), avaliada em cerca de R$2,9 bilhões.

Na prática, o pronto-socorro do SUS aceita qualquer pessoa acidentada, sendo que algumas delas possuem planos. Nestes casos, a operadora do sistema de saúde fica responsável pela conta do paciente, estando inteiramente dentro da Lei.

Estratégia dos planos de saúde

Em contrapartida, parte das empresas adotaram a estratégia de questionar os valores na justiça. Assim, acaba atrasando os pagamentos. 

Portanto, milhões de reais ficam parados todos os anos. Entretanto, o governo poderia usar esse dinheiro para obter melhorias no serviço público de saúde. Estimativas apontam que o valor da dívida compraria 58 milhões de doses de vacina.

Todavia, as empresas alegam que há uma cobrança indevida pela ANS. 

Planos de saúde devem R$2,9 bilhões ao SUS; entenda o que acontece
Planos de saúde devem R$2,9 bilhões ao SUS

Motivo das cobranças

A Lei 9.656 foi criada para equilibrar as contas públicas e para evitar que os planos de saúde recebam duplicado, com a mensalidade e sem gastar com atendimento ao cliente.

“As empresas cobram dos seus clientes e incluem a oferta de determinados serviços. Se o paciente usou o hospital público, a operadora está ganhando sem trabalhar, sem gastar com equipe e estrutura, por isso o SUS pede o ressarcimento”, afirma o pesquisador José Antonio Sestelo, representante da Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva).

Inadimplentes em fusão

A Hapvida e a NotreDame Intermédica, que são as maiores devedoras, tiveram sua fusão em março deste ano. Juntas, contabilizam uma dívida de R$648 milhões, equivalente a 22% do todo. 

No entanto, elas negam que os atrasos e a judicialização sejam um plano estratégico e acusam a ANS de cobranças indevidas, como as outras.

Enquanto as dívidas seguem, o SUS não recebe os recursos previstos na lei.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais