Qualicorp (QUAL3) vende planos de saúde pelo aplicativo do Banco Inter (BIDI11)

A parceria facilitará aos 11 milhões de clientes do banco a contratar produtos do portfólio da Qualicorp

Foi anunciado nesta segunda-feira (28) um acordo entre o Banco Inter (BIDI11) e a Qualicorp (QUAL3). O objetivo é a venda de planos de saúde através do aplicativo do banco digital.

Dessa forma, os mais de 11 milhões de correntistas do aplicativo do banco poderão escolher e contratar um dos diversos produtos oferecidos pela Qualicorp.

Entre eles, operadoras de saúde como a Amil, Grupo NotreDame Intermédica (GNDI3), SulAmérica (SULA11), Bradesco (BBDC4), empresas do sistema Unimed, entre outras.

Propósito

De acordo com o Banco Inter, o propósito é criar uma experiência mais simples, principalmente na hora de contratar proteções importantes para o dia a dia. Dessa forma, entre os diferenciais do projeto, há o fato de ser possível ter uma aquisição totalmente digital

A princípio, a oferta dos planos de saúde farão parte do Inter seguros, que oferece serviços como: seguro para pet, compra de imóvel, assim como os tradicionais seguros residenciais, auto e vida.

“A oferta de planos de saúde é um passo enorme, que vem reforçar a transformação que estamos promovendo no mercado. Poder oferecer assistência médica de qualidade, com preço justo, de forma transparente e com alguns cliques, mostra como estamos presentes no dia a dia das pessoas. Hoje, somos a maior plataforma digital de seguridade do Brasil, com mais de 500 mil clientes segurados, e acreditamos que essa iniciativa vai nos permitir crescer ainda mais”, afirma Paulo Padilha, CEO da Inter Seguros.

Qualicorp (QUAL3) vende planos de saúde pelo app do Banco Inter (BIDI11)
Parceria entre Banco Inter e Qualicorp

Setor lucrativo

Desde o começo da pandemia, o setor de operadoras de saúde vem dando cada vez mais lucro e sofrendo reajustes. Sendo assim, mesmo com mais de 50% de lucro devido a crise, planos de saúde coletivos aumentaram cerca de 16%. A porcentagem é o dobro da inflação atual (8,06%, de acordo com dados do IBGE).

As operadoras alegam que um suposto caixa é uma ilusão. Isso porque os usuários começaram a retomar cirurgias adiadas e com isso os custos voltaram a subir.

O lucro líquido vindos de planos de saúde cresceu 49,5% no ano passado. Segundo a ANS (Agência Nacional de Saúde), a receita ficou em torno de R$ 217 bilhões. Dessa forma, o mercado de operadoras de saúde finalizou 2020 com 47,6 milhões de usuários e um aumento de 650 mil novos beneficiários.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais