Cruzeiro do Sul Educacional divulga balanço do primeiro trimestre

A Cruzeiro do Sul Educacional, um dos maiores grupos privados de ensino do país, divulgou seu balanço de resultados na última terça-feira (18).

O grande destaque está na captação de novos alunos, com aumento de 15% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Destes, 23,9% apenas na modalidade EAD, chegando a um total de mais de 101 mil alunos matriculados, e 0,5% de crescimento no presencial, com aproximadamente 49 mil alunos; direção oposta do setor para a modalidade.

“Nossa base total atingiu a marca de 358 mil alunos, crescimento de 5,5% na comparação ano a ano, resultado bastante expressivo uma vez que, no início de 2020, ainda não tínhamos os impactos e incertezas provocados pela pandemia”, explica Renato Padovese, copresidente da Cruzeiro do Sul Educacional.

Cruzeiro do Sul

Entre janeiro e março de 2021, a Cruzeiro do Sul Educacional atingiu receita líquida de R$ 421 milhões, 0,9% acima do mesmo período do ano passado. Outro destaque é o crescimento para R$ 125 milhões de EBITDA Ajustado, que ficou 30,8% superior ao primeiro trimestre de 2020 com uma margem que expandiu quase 7 pontos percentuais para 2937%.

A não dependência de financiamentos estudantis, menos de 5% da base, fez com que a Cruzeiro do Sul Educacional conseguisse ter um dos menores prazos médio de recebimento do setor, com 39 dias. Isso fez com que a instituição alcançasse a marca de R$170 milhões em Geração de Caixa Gerencial Operacional, resultado 2,6 vezes acima do mesmo período do ano anterior.

“Nossas instituições têm como principal característica serem marcas muito fortes e tradicionais em suas regiões. Aliado a isto, temos um rigoroso padrão de qualidade pedagógica e buscamos sempre elevar o nível de nossos indicadores acadêmicos. Para citar um exemplo, evoluímos três IES para conceito 4 no IGC 2019, conceito este que predomina agora em quase 80% de nossas instituições, ante 57% no mesmo período do ano anterior”, comemora Padovese.

Ainda no primeiro trimestre de 2021, a Cruzeiro do Sul Educacional abriu dois novos campi (durante o ano letivo 2021), nas cidades de São Paulo e Guarulhos (SP).

  • Só clique aqui se já for investidor

Balanço

A companhia reportou lucro líquido de R$ 31 milhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 210% ante igual período do ano anterior.

Excluindo as despesas não recorrentes, o lucro foi de R$ 16,3 milhões, ante o prejuízo de R$ 33,3 milhões no primeiro trimestre de 2020.

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) marcou R$ 125 milhões, alta de 30,8%, com margem de 29,7%.

A companhia destacou no relatório que a maior participação do Ead (ensino a distância) somado ao avanço do digital no ensino presencial puxaram os números.

Também informou que a receita líquida ficou praticamente estável, com alta de 0,9% no período.

Disse ainda que houve alta de 5,5% na base total de alunos, com alta de 19,5 no Ead e queda de 11,5% no presencial. Além disso, a captação de novos estudantes saltou 15%.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais