Celesc (CLSC3) informa alta de 0,9% no consumo de energia em sua área de concessão

O volume diz respeito ao primeiro trimestre de 2021

A Centrais Elétricas de Santa Catarina (CELESC), listada sob o ticker CSLC3, CSLC4, informou que o consumo de energia elétrica aumentou 0,9% em sua área de concessão.

De acordo com relatório encaminhado ao mercado sexta-feira (16), o volume diz respeito ao primeiro trimestre de 2021 ante igual período do ano anterior.

Celesc (CLSC3) informa alta de 0,9% no consumo de energia em sua área de concessão

Celesc

A companhia informou, em 15 de março, que obteve lucro líquido de R$ 518,7 milhões em 2020, alta de 82,9% ante o ano de 2019.

Trata-se do maior lucro de sua história.

Já o resultado do quarto trimestre alcançou R$ 233,6 milhões, o que significa um lucro líquido 257,70% superior ao dos mesmos meses de 2019.

Segundo a empresa, o resultado melhor em 2020 foi obtido principalmente pelo aumento de 4,5% do consumo residencial e gestão dos custos e despesas realizada durante o ano, explicou a companhia.

O Grupo Celesc obteve receita líquida de R$ 8,3 bilhões no ano, 10,6% maior que a do ano anterior, considerando o desempenho das unidades de distribuição e geração.

Balanço

Os custos e despesas tiveram alta de 8,9% em função do aumento de 10,2% no preço da energia comprada. Em relação aos custos gerenciáveis pela empresa, o PMSO, foi mantida estabilidade apesar de o plano de demissão incentivada ter recebido a adesão de 102 empregados no ano.

Além do crescimento do consumo residencial em 4,5%, também colaborou para o lucro maior a mudança na cobrança, que levou uma indústria a fazer um grande pagamento agora. O resultado final também teve impacto de um pagamento relativo investimento de anos atrás, na Usina Bolognesi, no Rio Grande do Sul.

Veja o relatório referente ao consumo no 1TRI21

Celesc (CLSC3) informa alta de 0,9% no consumo de energia em sua área de concessão

  • Só clique aqui se já for iinvestidor

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Leia mais