XP e Messem anunciam nova corretora; Wise se prepara pra brigar

A XP Investimentos em parceria com a Messem Investimentos, que atua como Assessoria Autônoma de Investimentos (AAI), vão criar juntas uma nova corretora.

O mercado enxerga o movimento como a forma que a XP encontrou para brecar os ataques constantes do BTG Pactual, que já tirou da gestora de Guilherme Benchimol mais de três escritórios coligados de investimentos.

No caso da Messem, esta deterá 50,1% da nova empresa e a XP será dona do restante do capital.

Criada em 2007, em Caxias do Sul (RS), a Messem é um dos maiores e mais antigos escritórios de agentes autônomos vinculados à XP.

Atualmente, tem R$ 15 bilhões em ativos sob gestão, está presente em mais de 15 cidades do país, e mantém mais de 400 colaboradores. Sua carteira é composta por 27 mil clientes.

CEO da Messem, Mauro Silveira destaca o simbolismo de o primeiro AAI da XP se tornar uma corretora em parceria com a gigante dos investimentos. “Esse movimento demonstra a transformação que vem acontecendo no setor, além de reforçar a parceria de longo prazo entre as duas empresas”, disse.

Já o sócio-diretor da XP, Guilherme Sant’Anna, elencou que o novo modelo de sociedade abrirá ainda mais oportunidades para acelerar o crescimento da XP Inc. num mercado financeiro em transformação.

A estimativa é que a nova corretora entre em operação daqui um ano, visto que o negócio ainda depende da aprovação dos órgãos reguladores aplicáveis, incluindo o Banco Central.

XP – Wise

A Wise Investimentos, de Criciúma (SC), anunciou dia 20 a saída da plataforma da XP Investimentos. Uma semana depois, dia 28, diz cobrar da gestora de Guilherme Benchimol R$ 6,3 milhões.

Isso porque, elencou em seu comunicado, a XP descumpriu termos contratuais.

A Wise justifica a medida dizendo que comunicou a XP que, por sua vez, não respondeu em tempo hábil, o que implica em descumprimento de termos.

“Alegando justa causa, o escritório antecipou a rescisão após sofrer retaliação da instituição e de outros escritórios parceiros do grupo. Após notificar a XP, que não respondeu o comunicado, a Wise rescindiu o acordo e agora cobra à plataforma uma multa de R$ 6,3 milhões”, diz o informe.

  • Só clique aqui se já for investidor

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais