Veja quais são as estratégias de investimento mais populares do mercado financeiro

As principais estratégias de investimentos adotadas, ao longo prazo, colaboram com a evolução e crescimento do capital investido

Para ser um bom investidor é fundamental analisar os critérios de investimento. Posto que, as principais estratégias de investimentos adotadas, ao longo prazo, colaboram com a evolução e crescimento do mesmo.

Portanto, a estratégia de investimentos é uma condição de planejamento, que direciona os investimentos. Isto é, a finalidade da estratégia é cooperar para que o investidor alcance suas metas financeiras.

Sendo assim, ao optar por uma estratégia de investimentos, é fundamental levar em conta uma série de fatores. Tais como, prazo de investimentos, os objetivos do investidor, valor disponível para investir, produtos financeiros selecionados, entre outros.

Logo, essas estratégias podem variar, desde as mais arrojadas que visam buscar boas oportunidades no mercado, como também, estratégias mais conservadoras. Para isso, na hora escolher a estratégia, é necessário considerar o perfil do investidor.

Entre elas, existem as mais conhecidas e utilizadas no mercado financeiro, por grandes investidores.

Dito isso, as principais estratégias são:

1 – Buy and Hold

Em primeiro lugar, tem o Buy and Hold, traduzida para o português, quer dizer, comprar e segurar as ações, é uma estratégia muito conhecida no mercado financeiros, centralizada em investimentos a longo prazo. Uma prática adotada por grandes nomes do mercado de investimentos, como o Warren Buffet.

Desse modo, esta prática consiste em adquirir as ações do mercado e conservá-las por anos, o que representa analisar a valorização dos ativos. Para isso, é fundamental investir em empresas com potencial de crescimento e que possuam uma boa administração.

2 – Value Investing

Em resumo, Value Investing, que traduzida para o português, é o investimento em valor, também é muito utilizada pelos grandes investidores, e por investidores de maneira geral. Dessa forma, essa estratégia considera o valor que a empresa detém.

Sendo assim, os pontos indispensáveis para adotar esta estratégia, são os múltiplos das empresas, os potenciais de lucros futuros e a solidez da empresa no mercado financeiro a longo prazo.

Portanto, o investidor deve ficar atento ao setor que a empresa pertence. Posto que a rentabilidade depende do setor, como por exemplo, a opção de distribuição de dividendos, que permite um lucro mensal.

3 – Investimento em dividendos

Em suma, esta prática visa desvendar quais são as empresas que distribuem bons proventos aos acionistas. Via de regra, as empresas que pagam bons dividendos, são aquelas consideradas, mais sólidas e que geram bons lucros no mercado.

Desse modo, esta prática é a longo prazo no qual o investidor pode reinvestir o lucro recebido em proventos. Isto posto, além da valorização dos ativos durante anos e anos, também amplia a participação do investidor nas empresas e desfruta dos juros compostos.

Veja quais são as estratégias de investimento mais populares do mercado financeiro
Estratégias de investimento

4 – Growth Investing

A prática de Growth Investing, conhecida como investimento em crescimento, visa investir em empresas com grande potencial de crescimento a curto prazo. Logo, o benefício de adotar esta estratégia é que o investidor pode multiplicar o valor do seu patrimônio a curto prazo.

Por outro lado, esta prática é considerada uma estratégia de investimentos arriscada, isso porque, podem acontecer eventualidades como a empresa escolhida, falir.

5 – Dollar Cost Averaging

Em resumo, a estratégia Dollar Cost Averaging representa um investimento regular, de aportes mensais em um determinado ativo. Nesse sentido, o indicado é escolher ativos que se encontram em baixa.

Visto que, assim o investidor pode adquirir mais ações com valores baixos, mensalmente. Logo, esta prática visa investir em ativos com potencial de valorização.

Por isso, esta estratégia é muito adotada por investidores considerados mais passivos, que não possuem tempo para longas análises antes de aportar. No entanto, prezam a exposição aos ativos selecionados, pois acreditam na eficiência dos mercados.

6 – Long & Short

A propósito, a estratégia Long & Short, consiste em comprar um ativo, e em seguida, vender outro. Sendo assim, a prática visa lucrar com o descolamento dos papéis. Via de regra, é uma estratégia utilizada para dissolver os riscos ou alavancá-los.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais