Veja como Silvio Santos foi de camelo à um dos empresários mais ricos do Brasil

O emblemático empresário protagonizou uma história admirável, com altos e baixos que culminaram em uma bela volta por cima

Se não todo o Brasil, a maioria dos brasileiros sabe quem é Silvio Santos. Dono do SBT, sua empresa mais famosa, o empresário aos 90 anos de idade ainda é notícia.

Isso porque o empresário, dono de um império que conta com 38 empresas, têm uma história que vai literalmente “do lixo ao luxo”.

Portanto, conheça essa trajetória com altos, baixos e reviravoltas de novela do homem que saiu do camelo e virou um dos mais famosos bilionários brasileiros.

Quem é Senor Abravanel?

Hoje conhecido por seu nome artístico, Silvio Santos começou sua vida como camelô nas praias do Rio de Janeiro. Logo cedo, devido a sua voz emblemática, o empresário conseguiu seus primeiros trabalhos como locutor, dando início a sua carreira.

Entretanto, foi só em 1958 que seu império começou a surgir, quando o empresário adquiriu o Baú da Felicidade. A empresa mandava a seus clientes caixas mensais, com brinquedos e produtos onde o cliente por sua vez pagava carnês mensais.

Daí em diante o negócio só foi crescendo, criou lojas próprias onde o cliente podia trocar o valor pago por, além dos brinquedos, eletrodomésticos. Além do crescimento com sua empresa, Silvio veio ganhando cada vez mais notoriedade, apresentando programas na TV Globo, Tupi e Record, até criar sua própria emissora em 1981.

O sucesso e as polêmicas

O auge de Silvio Santos se deu logo após a criação de sua emissora, que chegou a ocupar o segundo lugar de maior emissora no Brasil. Dessa forma, o empresário, considerado por muitos um visionário, criou marcas de produtos de beleza, hotéis e até seu próprio banco, o Banco Pan-americano.

Esse por sua vez foi o maior foco das polêmicas que envolveram o bilionário. Os principais sócios do Banco Pan-americano eram o grupo Silvio Santos (controlador) e a Caixa Econômica Federal.

O Banco foi alvo de investigações do Banco Central por diversas fraudes cometidas. Entre as fraudes, a incompatibilidade de números passados para as autoridades. Ou seja, o banco fraudava os números oficiais, dizendo ter certas coisas que não tinha, ou fazendo negociações e as deixando fora de seus registros oficiais. Ao todo, R$ 2.5 bilhões foram desviados.

Silvio Santos: do camelo á bilionário brasileiro
Silvio Santos

Recuperação e reviravolta

Depois das investigações, Silvio Santos acabou inocentado das acusações que envolviam o Banco Pan-americano. Logo depois, o empresário vendeu a instituição financeira, que passou a se chamar Banco Pan. O novo dono agora é o BTG Pactual (BPAC11), que arrematou a empresa por R$ 450 milhões.

Dessa forma, mesmo depois dessa grande polêmica, o empresário conseguiu dar a volta por cima e limpar a sua imagem.

Em suma, o Grupo Silvio Santos permanece sólido e emprega cerca de  20 mil funcionários, com uma estimativa de arrecadação de lucro de R$ 5.9 milhões em 2013, que caiu para R$ 2 milhões após a quebra do Banco Pan.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia mais