A Vale (VALE3) informou nesta segunda-feira (7) que não obteve acordo para vender sua participação de 95% na Nova Caledônia para a New Century Resources (NCZ).

Segundo a Reuters, isso encerra o período de exclusividade com a New Century Resources anunciado em 25 de maio, depois estendido em 28 de julho e que encerra em 8 de setembro.

A Vale afirmou em fato relevante que agora dará início às etapas necessárias para colocar a Nova Caledônia em preparação para um possível fechamento da operação, caso nenhuma solução sustentável seja encontrada nos próximos meses.

“A Vale e todos os envolvidos no processo de desinvestimento continuam a explorar alternativas para criar um futuro viável para a VNC (Nova Caledônia), todas as quais contemplarão a saída da Vale”, afirmou a companhia.

Vale (VALE3): lucro líquido de US$ 995 mi no 2º tri e política de dividendos

Minérios e China

Os futuros de referência do minério de ferro na China avançaram nesta segunda-feira (7), chegando a subir 2,7%, impulsionados por uma recuperação no consumo de produtos de aço utilizados em atividades de construção e na indústria.

O contrato mais ativo do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em janeiro, encerrou em alta de 0,3%, a 852 iuanes por tonelada (124,73 dólares).

Mais cedo na sessão, ele subiu para 872 iuanes.

Consumo

O consumo dos principais produtos siderúrgicos usados ​​na construção e na indústria saltou 2,7% até 3 de setembro na comparação com a semana anterior, segundo a consultoria Mysteel.

Os futuros do aço na bolsa de Xangai para entrega em janeiro, no entanto, recuaram 0,6%, para 3,736 iuanes por tonelada.

Veja VALE3 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: