A SulAmérica (SULA11) informou que pretende realizar a oitava emissão de debêntures simples em 1º de fevereiro, conforme fato relevante encaminhado ao mercado nesta quarta-feira (13).

De acordo com o documento, serão debêntures simples não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries. A Emissão será composta setecentas mil debêntures, com valor nominal unitário de R$ 1 mil, perfazendo o valor total de R$ 700 milhões.

SulAmérica (SULA11): lucro líquido salta 91% no no 2TRI
SulAmérica (SULA11): lucro líquido salta 91% no no 2TRI

Vencimento

Ainda segundo o documento, as debêntures da primeira série e as debêntures da segunda série terão vencimento em 1º de fevereiro de 2024 e 1º de fevereiro de 2026, respectivamente. Também serão objeto de oferta pública, com esforços restritos de colocação.

Já os juros remuneratórios da primeira série e da segunda série serão definidos conforme procedimento de coleta de intenções de investimento (procedimento de bookbuilding), nos termos previstos na escritura de emissão.

Os recursos líquidos obtidos serão integralmente utilizados para reforço e adequação dos níveis de liquidez, bem como para fins corporativos diversos.

SulAmérica (SULA11) fará oitava emissão de debentures simples em 1º de fevereiro

Novo presidente

A companhia informou que o atual diretor-presidente Gabriel Portella, que está no cargo há oito anos, não irá renovar o seu mandato.

Em seu lugar, assumirá Ricardo Bottas, atual diretor vice-presidente de controle e relações com investidores. Portella deve permanecer no cargo até o dia 29 de março e conduzirá o processo de transição.

“Iniciamos 2021 com a transição da presidência da companhia, em um processo consistente e organizado e que garantirá a continuidade de nossas operações buscando acelerar ainda mais a execução da estratégia definida pelo conselho de administração”, afirma Portella.

Bottas está na SulAmérica há mais de 5 anos, inicialmente como diretor financeiro e desde 2017 como diretor vice presidente de controle e relações com investidores da companhia.

Ele é administrador de empresas com especialização em finanças corporativas, com mais de 23 anos de experiência em companhias abertas nas indústrias de seguros, energia elétrica, petróleo e gás e em firma de auditoria, informa a empresa.

Veja SULA11 na Bolsa:

  • Só clique aqui se já for investidor
Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: