Passada a eleição municipal no ano passado, investidores minoritários da Sabesp (SBSP3), empresa de saneamento apontada como uma das joias da coroa do Estado de São Paulo, voltaram a pressionar o governo de João Doria (PSDB) por uma solução para a estatal.

De acordo com o Estadão, apesar do pleito principal do mercado ainda ser a privatização, uma das cobranças para o curto prazo é de uma mudança na gestão. O governo, que controla a Sabesp com uma participação de 50,26%, respondeu ao grupo que contrataria uma consultoria financeira para analisar a situação da companhia.

Sabesp (SBSP3): minoritários cobram Governo Doria por mudanças na estatal

Grupo de acionistas

Conforme o jornal, o grupo de acionistas que começou a se movimentar pelas mudanças possui pouco menos de 10% de participação da empresa. Uma apresentação feita no fim do ano passado ao secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, e ao secretário de Planejamento de São Paulo, Mauro Ricardo, tratava dos investimentos que vem sendo realizados pela estatal, apontados como ineficientes. O documento levado ao governo cita ainda divergências nos valores reconhecidos pela agência reguladora.

Apesar dessa apresentação, os investidores, segundo um dos minoritários da companhia, estão com dificuldade de acessar o governador desde agosto, depois que Doria, disse em um evento que o governo anunciaria a capitalização da Sabesp – e não a privatização da empresa, o que derrubou as ações da companhia. No ano passado, a ação da empresa caiu 24%, ao passo que o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, encerrou com valorização de 2,92%.

Um dos acionistas, Fabiano Custódio disse que esse desempenho está muito aquém do que se poderia esperar de um Governo declaradamente liberal e que tem como um de seus pilares a atração de investimentos privados.

Veja SBSP3 na Bolsa:

https://youtu.be/WgJLuKZOiUk
Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: