A Randon (RAPT4) decidiu encerrar as operações da unidade de veículos especiais, segundo comunicado divulgado ao mercado nesta quinta-feira (8).

A companhia, especializada em implementos rodoviários, afirmou que a Randon Veículos, voltada a produtos para a construção como retroescavadeiras, vai fechar a unidade em dezembro deste ano.

“Estas decisões têm por objetivo concentrar a atuação das Empresas Randon em seus principais negócios, levando em conta as sinergias entre eles, e faz parte da otimização de suas plantas e processos industriais”, afirmou a empresa no comunicado.

Como parte da decisão, a empresa vendeu parte dos ativos relacionados a veículos especiais para a Müller Indústria de Máquinas de Construção por cerca de R$ 20 milhões.

Randon

Planner: RAPT4

A Planner manteve a recomendação de compra e elevou o preço-alvo da ação da Randon de R$ 11,80 para R$ 15,20. Os analistas estão confiantes de que a companhia, que já deu mostras de recuperação da crise causada pela pandemia de covid-19, reportará resultados ainda melhores por conta da demanda (principalmente no segmento de agronegócio).

Reestruturação societária

O conselho de administração da Randon aprovou a entrada das filiais da Suspensys, localizadas em Caxias do Sul (RS) e Resende (RJ), no portfólio de ativos da empresa controlada Castertech.

Em comunicado enviado ao mercado, a Randon explicou que a mudança na estrutura societária da companhia tem como objetivo ampliar as sinergias entre as unidades envolvidas, que fazem parte do segmento de autopeças.

Dessa forma, os estabelecimentos da Suspensys passam a atuar como filiais da Castertech.

A transferência foi avaliada pela Ernst & Young Auditores Independentes, resultando em acervo líquido de R$ 175 milhões, que será computado como capital social da Castertech e investimento nos resultados da Randon.

Veja RAPT4 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: