A Petrobras (PETR4) informou que poderá obter até R$ 16,9 bilhões, antes dos efeitos fiscais, após a companhia ter obtido uma decisão favorável em um processo em que buscava recuperar contribuições de PIS e Cofins pagas a mais.

O fato relevante foi emitido na quarta-feira (29).

De acordo com a petroleira, teria havido cobrança além do devido em razão da inclusão do ICMS na base de cálculo das contribuições a partir de outubro de 2001.

Segundo a empresa, os valores serão reconhecidos nas demonstrações financeiras do segundo trimestre de 2020.

Isso porque o aproveitamento do crédito será feito mediante compensação de tributos federais, após os trâmites normativos necessário.

Petrobras (PETR4) diz que pode recuperar até R$ 16 bi após ganhar causa tributária
Petrobras (PETR4) diz que pode recuperar até R$ 16 bi após ganhar causa tributária

PETR4: R$ 950 mi no balanço

O conselho de administração da companhia aprovou o lançamento de R$ 950 milhões no balanço do segundo trimestre deste ano.

O objetivo é contemplar um acordo de pagamento ao fundo Petros pelo fim de litígio arbitral relacionado à Sete Brasil.

Segundo fato relevante, o acordo visa o ressarcimento sobre alegados danos materiais na empresa de sondas Sete Brasil.

Conforme a companhia, o acordo extingue o litígio sem reconhecimento de culpa ou responsabilidade por ambas as partes e não afeta outras ações judiciais ou arbitragens.

Veja a PETR4 na Bolsa:

Compartilhe

Categorias do artigo

  • Relacionados: